28/08/2016

O dia em que Hillary Clinton recebeu apoio da Ku Klux Klan

Muitos grupos pela internet, a Wikipédia além da própria Hillary Clinton tem dito com todas as letras que a Ku Klux Klan (uma ex organização racista de ódio) é uma organização essencialmente republicana de extrema-direita e logo, receberia apoio de Donald Trump, mas será que a realidade segue o mesmo curso?


Um líder da Ku Klux Klan disse durante entrevista que o grupo levantou milhares de dólares para a campanha de Hillary Clinton e que a Klan está oficialmente apoiando "a favorita democrata dos EUA para presidente". Uma parte da equipe de apoio da campanha de Hillary porém, nega o fato vigorosamente.

Logo depois de fazer um ritual com uma cruz gigante no fogo, onde dezenas de outros membros de vários grupos nacionalistas brancos na Geórgia estavam reunidos no sábado, Will Quigg, um "Grand Dragon Leader" em uma filial da Califórnia do KKK, sentou-se para dar uma entrevista a um jornalista, que estava lá para uma viagem de trabalho, a fim de saber mais sobre o estado atual do grupo racista além de falar sobre a eleição de 2016 para presidente nos Estados Unidos. De acordo com Quigg, "Para o KKK, Clinton é a nossa escolha."

"Ela tem ideias que se igualam com a Klan", disse Quigg. "Muitas pessoas não percebem isso. Ela possuiu relações com o senador Byrd. Ele tem sido uma lembrança boa para a Klan. Ele tem sido rei Kleagle." (King Kleagle é outro título KKK para o líder de todo um "reino", ou estado. Quigg é o Rei Kleagle para a Califórnia.) Quigg estava se referindo ao falecido senador Robert Byrd de West Virginia, que serviu como o líder de um "capítulo" da história da Klan West Virginia na década de 1940. Em 2005, Byrd publicamente repudiou  a Klan e chamou o seu envolvimento político de "errado". Após a morte do senador em 2010, Hillary Clinton considerou Byrd como um "amigo e mentor."

"Ela é uma democrata. A Klan sempre foi uma organização Democrata." disse o líder da organização durante a entrevista.

Quigg disse ainda que ele e outros membros da Klan levantaram mais de US$ 20.000 para a campanha de Clinton e doaram anonimamente.

"Na Bíblia, diz que quando você reza, ora, ou mesmo faz uma boa ação, você deve fazê-lo em um lugar escuro e fechado por si mesmo", disse Quigg. "Não faça nas esquinas onde as pessoas podem vê-lo ... é por isso que levantamos US$ 20.000 em conjunto e enviamos para a campanha de Hillary Clinton anonimamente."

Assista a entrevista:


Fonte: Washington Times
Se você viu algum erro ou quer adicionar alguma informação ao nosso artigo, clique aqui

Os comentários postados a seguir, são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores e não representam a opinião particular de nenhum integrante da Curiozone. Como uma forma de ser mais acessível a todos, nosso site usa a plataforma de comentários do facebook. Dessa forma, se você se sentiu ofendido com qualquer comentário postado, fica muito mais prático e rápido denuncia-lo ao próprio facebook clicando aqui. O sigilo é 100% garantido e sua denúncia sempre será anônima.
 
Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários