17/09/2016

O ditador Kim Jong-un decidiu executar um arquiteto por não ter gostado do projeto

A agência oficial da Coreia do Norte divulgou em 2015 as fotos do líder do país e sua mulher passeando pelo mais novo aeroporto de Pyongyang. Porém, as imagens não remetem, é claro, o fato de que o principal arquiteto foi executado em novembro do ano passado pouco depois de Kim Jong-un declarar não ter gostado de alguns detalhes do projeto.


O aeroporto foi inaugurado depois de muitas polêmicas. No final de 2014, a construção ficou parada por algum tempo após o líder ordenar mudanças no projeto. Pouco tempo depois disso, o arquiteto Ma Won Chun, do Departamento de Design da Comissão de Defesa Nacional foi executado junto de outros oficiais, numa demonstração de poder de Kim Jong-un.

Sua morte coincidiu com um relatório do NKNews.com explicando que as renovações aeroporto estavam sendo suspensos por causa da “insatisfação de Kim”. “Os defeitos foram manifestadas na última fase de construção do Terminal 2 porque os designers não conseguiram ter em mente a ideia do partido de beleza arquitetônica - que é a vida e alma para preservar o caráter Juche e identidade nacional”, teria falado o líder.

Não ficou claro onde a Coreia do Norte - um país devastado pela fome regulares e escassez de combustível - adquiriram os fundos necessários para a construção do novo aeroporto.

Fonte: Terra
Se você viu algum erro ou quer adicionar alguma informação ao nosso artigo, clique aqui

Os comentários postados a seguir, são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores e não representam a opinião particular de nenhum integrante da Curiozone. Como uma forma de ser mais acessível a todos, nosso site usa a plataforma de comentários do facebook. Dessa forma, se você se sentiu ofendido com qualquer comentário postado, fica muito mais prático e rápido denuncia-lo ao próprio facebook clicando aqui. O sigilo é 100% garantido e sua denúncia sempre será anônima.
 
Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários