12/02/2017

5 provas de que ser o último a ser escolhido nas aulas de educação física não deixa traumas em todas as crianças

Em uma recente reportagem que viralizou na internet, foi divulgado um estudo que indicou que a escolha de times nas aulas de educação física nas escolas, pode acabar levando a criança a ter traumas de infância.

"Me escolhiam sempre por penúltimo" e "ainda que não te escolhessem no final, você sabia que era ruim" são frases comuns quando esse período da infância é lembrado.


De acordo com a matéria, a prática ainda é comum em aulas de educação física não só no Brasil mas ao redor do mundo. Por esse motivo, David Barney, um professor especialista em formação de docentes, da universidade americana Brigham Young, quer acabar com essa tradição.

De acordo com Barney, a prática pode fazer as crianças associarem exercícios a algo negativo.

Uma prática 'desconfortável'

Barney acredita que ser escolhido por último pode não apenas ser humilhante para um adolescente, como também ter consequências emocionais de longo prazo.

Em um artigo publicado recentemente na revista The Physical Educator, ele analisa os resultados dessa prática com jovens dos primeiros anos do ensino médio. Para ele, esse momento "desconfortável" em que professores ou alunos selecionam o jogadores - publicamente, aunciando um de cada vez - para formarem as equipes de uma disputa esportiva, pode acabar tendo um impacto emocional profundo para os alunos.

Muitos dos estudantes que Barney entrevistou disseram não gostar de fazer exercícios, mas participavam dos jogos simplesmente pelo fato de que eram obrigados pelo professor.

"Se você escolhe equipes para jogar basquete, por exemplo, dentro de dois dias as crianças já não lembram quem ganhou", diz Barney.

"Mas se lembram de como se sentiam, lembram que foram escolhidas por último", acrescenta.

A prática não ajuda a dar confiança aos alunos e pode se tornar um ciclo vicioso que desencoraja crianças com pouco talento para o esporte.

Só que essa experiência não acontece com todo mundo

Muitas pessoas se identificaram com estudo, alegando que na infância, acabaram sofrendo uma certa rejeição por isso, contudo, não foi muito difícil encontrar outros homens e mulheres que passaram pela  mesmo acontecimento e, no entanto, souberam tirar proveito disso e dar a volta por cima da situação, aproveitando o contexto para hoje em dia, compartilhar publicamente suas expriências no post da reportagem no facebook.

Encontrando outro caminho melhor que o esporte


Um destino diferente do que muitos acreditavam


Futebol? Que nada, o skate foi a melhor opção


Como dar a volta por cima, levando na zuera


Encontrando seu caminho


E você, tem uma experiência pra compartilhar também? Você também pode deixar seu comentário e nos dizer se você era o último a ser escolhido nas aulas de educação física e ficou traumatizado por isso ou se você não ficou nem um pouco traumatizado com essa situação.
Se você viu algum erro ou quer adicionar alguma informação ao nosso artigo, clique aqui

Os comentários postados a seguir, são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores e não representam a opinião particular de nenhum integrante da Curiozone. Como uma forma de ser mais acessível a todos, nosso site usa a plataforma de comentários do facebook. Dessa forma, se você se sentiu ofendido com qualquer comentário postado, fica muito mais prático e rápido denuncia-lo ao próprio facebook clicando aqui. O sigilo é 100% garantido e sua denúncia sempre será anônima.
 
Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários