08/04/2017

Como é um ataque com gás Sarin e o que ele pode causar no ser humano?

Ele evapora e mata muito rápido e pode ser disseminado por projéteis explosivos ou por pessoas carregando sacos e furando-os para liberar o gás.

A substância foi desenvolvida como pesticida pelos alemães em 1938. Transparente e sem gosto em sua forma mais pura, o agente é classificado pelo comitê de segurança da ONU como arma de guerra e causa dano direto ao sistema nervoso.

Investigadores turcos suspeitam que o gás sarin pode ter sido usado no ataque que, na terça-feira, matou pelo menos 86 pessoas e feriu outras mais de 550 na província de Idlib, na Síria.

“Segundo os primeiros resultados das análises, foram detectados nos pacientes sintomas que fazem pensar que estiveram expostos a substâncias químicas (sarin)”, detalha o Ministério da Saúde Turco em comunicado.

A eficiência está ligada a três fatores: quantidade, modo e tempo de exposição. Como a maioria dos artefatos químicos que atacam o sistema nervoso, o sarin impede a ação do sistema de “desligamento” das enzimas que controlam as funções das glândulas e da musculatura.

Um dos efeitos genéricos é o cansaço extremo, a ponto de impedir que a respiração continue.

FACES DA MORTE
Portas de entrada do sarin e sintomas causados no corpo são variados

Último gole

Poucas gotas, se ingeridas, causam a morte em menos de um minuto. Água ou alimentos são os meios de contaminação. Dor abdominal, náusea, vômito e incontinência fecal são os primeiros sintomas. Antídotos como atropina combinada a pralidoxima só funcionam se forem administrados segundos após a ingestão.

À flor da pele

A vítima pode falecer em minutos ou até 18 horas após o contato da pele com sarin líquido. Espasmos musculares, náusea e diarreia são alguns sintomas. A lenta contaminação torna a evolução do quadro mais dramática apresentando convulsões, perda de consciência, paralisia e eliminação de secreções por nariz e boca.

Nos olhos dos outros…

Na forma de aerossol, vapor ou líquido, o agente pode matar entre um e dez minutos em contato com os olhos. Os sintomas são irritação na membrana e nas pupilas, dor nos olhos e visão embaçada ou sensação de perda de visão. Sensação de pressão na cabeça, náusea e vômito involuntário também são comuns.

Fôlego da morte: respirar o gás também pode levar à morte entre um e dez minutos.

Contração nas pupilas, estreitamento das vias respiratórias e acúmulo de fluido nos pulmões são as primeiras reações. Espasmos musculares involuntários e convulsões também podem ocorrer.

Curiosidade: Uma arma química é aquela cujo agente não se encontra na natureza, diferentemente das armas biológicas


Curiosidade: O ataque com sarin no metrô de Tóquio em 1995 vitimou dezenas de pessoas, causando sequelas a milhares de indivíduos que foram expostos ao gás.

Ataque covarde: como o sarin foi usado recentemente na Síria

Apesar de não haver comprovação oficial, tudo indica que o sarin foi usado em 2013 no conflito civil sírio. O ataque teria ocorrido em 21 de agosto e vitimou mais de 1.400 pessoas, quase todas civis. Relatórios das inteligências norte-americana, britânica e francesa apontam a morte de 426 crianças.

Após o ataque químico, bombardeios com armas convencionais foram feitos para destruir evidências no local. Há suspeitas de dezenas de ataques na região nos últimos anos.

Se você viu algum erro ou quer adicionar alguma informação ao nosso artigo, clique aqui

Os comentários postados a seguir, são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores e não representam a opinião particular de nenhum integrante da Curiozone. Como uma forma de ser mais acessível a todos, nosso site usa a plataforma de comentários do facebook. Dessa forma, se você se sentiu ofendido com qualquer comentário postado, fica muito mais prático e rápido denuncia-lo ao próprio facebook clicando aqui. O sigilo é 100% garantido e sua denúncia sempre será anônima.
 
Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários