16/09/2017

Um francês processou o Uber em US$ 48 milhões por revelar para sua mulher que ele a estava traindo

Um empresário francês decidiu processar a Uber depois que sua esposa descobriu que ele tinha um caso com outra mulher, graças às notificações que recebia do aplicativo.

O homem alega que utilizou uma só vez o celular da esposa para pedir um carro da empresa de transportes. Segundo ele, mesmo depois de ter se desconectado do aparelho dela, a mulher continuou recebendo notificações sobre todas as corridas que ele pegava pelo aplicativo.

A movimentação a levou a suspeitar do comportamento do marido.

Após as revelações de rotas do aplicativo, o casal acabou se divorciando e o marido entrou na Justiça pedindo uma indenização à Uber.

Segundo informações do jornal Le Figaro, o processo poderia valer até US$ 48 milhões (quase R$ 150 milhões).


"Meu cliente foi vítima de um bug no aplicativo", afirmou o advogado David-André Darmon à agência de notícias AFP, depois que o caso foi parar em um tribunal da cidade francesa de Grasse.

"Esse bug causou problemas para ele em sua vida pessoal", completou.

O advogado não confirmou os valores da ação e disse que seu cliente quer se manter discreto a respeito do assunto - por isso, não permitiu que a identidade fosse revelada.

Outros usuários da Uber tiveram problemas semelhantes ao logar no aplicativo com outros celulares.

O próprio jornal fez o teste conectando sua conta no Uber em um iPhone - ao desconectar e pedir o motorista por outro celular, o iPhone anterior continuou recebendo notificações mesmo sem a conta do jornal logada nele.

O erro passou a acontecer em iPhones depois de uma atualização do software em dezembro. Celulares Android aparentemente não são afetados pelo problema. A Uber afirmou que não se pronunciará sobre o caso e acrescentou que faz o melhor possível para garantir a proteção dos dados pessoais de seus usuários.

Fonte: G1
Se você viu algum erro ou quer adicionar alguma informação ao nosso artigo, clique aqui

Os comentários postados a seguir, são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores e não representam a opinião particular de nenhum integrante da Curiozone. Como uma forma de ser mais acessível a todos, nosso site usa a plataforma de comentários do facebook. Dessa forma, se você se sentiu ofendido com qualquer comentário postado, fica muito mais prático e rápido denuncia-lo ao próprio facebook clicando aqui. O sigilo é 100% garantido e sua denúncia sempre será anônima.
 
Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários