04/11/2017

“Gasto mais de R$ 28.000,00 para produzir um vídeo do Nostalgia Ciência”, revela Castanhari em vídeo comemorativo de 10 milhões de inscritos

Em seu vídeo comemorativo de 10 milhões de inscritos, Felipe Castanhari decidiu fazer uma "comemoração" diferente: desabafar sobre o youtube. O mais recente apresentador do programa Guia Politicamente Incorreto da História no canal History Channel, desabafou e entre outras coisas, disse que prefere muito mais continuar produzindo um conteúdo que leva semanas ou até meses para criar do que um vídeo simples onde basicamente se liga a câmera para entreter com qualquer coisa aleatória.


Castanhari no vídeo falou que o canal mudou muito desde 2011 e seguirá em constante mudança, uma vez que o canal reflete ele mesmo enquanto apresentador e fala daquilo que ele gosta:

"Comecei em 2011 com a ideia de trazer conteúdo da minha infância pra vocês. E é óbvio e natural que o canal mudou muito desde 2011 e ele vai continuar mudando porque eu mudei. O Nostalgia é o meu canal. Ele é um reflexo das coisas que eu gosto e que eu acredito..."

Continuando, ele diz que o caminho mais improvável e difícil foi a escolha tomada por ele. Produzir um conteúdo que leva muito tempo e dá muito trabalho não dá tanta view, inscritos e relevância.


Sem citar nomes, Felipe continuou dizendo que muitos (não todos) mentem dizendo que se esforçam dizendo que fazem de tudo pela audiência e ainda o criticam, querendo sempre o colocar contra o seu público. A suspeita (que acabou se confirmando em seguida) é de que a fala tenha sido diretamente para Felipe Neto, já que Castanhari recentemente trocou farpas com ele em seu twitter.


Mas o vídeo não se resumiu apenas a isso, o desabafo também foi uma revelação, já que Castanhari disse que para produzir um vídeo do quadro de ciências do canal (Nostalgia Ciência), ele gasta mais de R$ 28 mil e no entanto, só recebe dos anúncios do youtube US$ 1mil, divulgando um print dos ganhos de seu vídeo: "Como surgem os BURACOS NEGROS? - Nostalgia Ciência".



Segundo Castanhari, os vídeos exigem tempo, consultoria de renomados cientistas, além de trilha sonora única e muitos outros fatores.

Nos comentários do vídeo ele ainda fez um adendo.


E ele ainda seguiu dizendo que não apenas lê os roteiros como muitos dizem, mas participa não só da roteirização do vídeo, como também da edição e finalização.

Para finalizar, ele agradeceu dizendo que apesar das inúmeras críticas vai continuar seguindo esse caminho e que sua meta não será pintar o cabelo de uma cor diferente e sim continuar se desafiando a fazer o difícil onde o fácil prevalece.

Para conferir o desabafo na íntegra:

Se você viu algum erro ou quer adicionar alguma informação ao nosso artigo, clique aqui

Os comentários postados a seguir, são de responsabilidade única e exclusiva de seus autores e não representam a opinião particular de nenhum integrante da Curiozone. Como uma forma de ser mais acessível a todos, nosso site usa a plataforma de comentários do facebook. Dessa forma, se você se sentiu ofendido com qualquer comentário postado, fica muito mais prático e rápido denuncia-lo ao próprio facebook clicando aqui. O sigilo é 100% garantido e sua denúncia sempre será anônima.
 
Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários