Se conecte com a gente

Bizarrices

Escândalo de reportagem da Globo faz usuário criar fake no Facebook

Trans Suzy virou fake no Facebook chamado Mataquiança Eganhaabraço.

Publicado

no

Recentemente a Rede Globo se envolveu em mais um escândalo. A reportagem exibida no programa Fantástico, que mostrou a história da trans Suzy, induziu os telespectadores a acreditarem que a trans estava injustamente sendo rejeitada pela sociedade, quando na verdade cometeu um crime hediondo que, em muitos países, seria caso de condenação à morte. Suzy foi condenada por estuprar e depois estrangular um menino de 9 anos de idade.

Se você não ficou sabendo, em resumo, foi basicamente isso. O fato gerou revolta e com a repercussão, um usuário decidiu criar um fake da trans criminosa com o nome “Mataquiaça Eganhaabraço” em alusão ao abraço que a trans recebeu do Dr. Drauzio Varella na reportagem.

Reprodução do perfil fake criado no Facebook da trans Suzy entrevistada por Drauzio Varella; Após divulgação da matéria da Curiozone, perfil foi deletado pela plataforma.

De acordo com as diretrizes da plataforma, criar usuários fakes é proibido. Até a publicação desta matéria, a foto de perfil já contava com mais de 150 compartilhamentos, mas logo em instantes foi removido do site.

Presidente comentou o caso em suas redes sociais

O caso ganhou tanta repercussão, que o presidente Jair Bolsonaro expôs o caso em sua página oficial do Facebook. De acordo com o presidente, “Infelizmente a Constituição não permite prisão perpétua para crimes tão cruéis.”, se referindo ao crime de estupro e assassinato praticado pela transexual.

Publicidade
1 Comentário

1 Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta