Se conecte com a gente

Aconteceu

Mãe fica acordada por três dias ao lado do filho de 18 meses diagnosticado com Covid-19

Katie Price, 25 anos, disse ao The Sun que estava com muito medo de dormir depois que seu filho Hudson Penn, de 18 meses, chegou a 39 graus de febre.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Facebook

Três dias. É esse o tempo que uma mãe chamada Katie Price, de 25 anos ficou acordada ao lado de seu filho de 18 meses depois dele ser diagnosticado com o novo coronavírus. Katie disse ao jornal The Sun, que estava com muito medo de dormir depois que Hudson Penn, seu bebê, chegou aos 39 graus de febre. Quando descobriu que seu filho tinha coronavírus, Katie disse: “Meu coração afundou e eu temi por sua vida. Fiquei sentada ao lado de sua cama por três noites com muito medo de dormir e sem saber o que esperar. Eu estava exausta.”

A empreiteira de Monmouthshire, País de Gales, disse que seu filho teve uma febre perigosa no sábado passado: “Hudson ficou muito mal. Ele estava morrendo de dor e ainda superando a bronquiolite. Seguimos uma rotina normal e o colocamos na cama. Por volta das 22 horas da noite, ele acordou com uma temperatura de 39 °, nós demos a ele remédio, mas ele não se acalmou e não estava controlando sua temperatura. Ele começou a tremer incontrolavelmente, então nosso primeiro instinto foi levá-lo ao hospital.”

Katie foi as redes sociais, na época, para compartilhar a batalha de seu filho. Ela pediu aos britânicos que ficassem em casa. Uma foto compartilhada no Facebook mostrou o momento de partir o coração em que Katie agarrou a mão de seu filho na cama de hospital enquanto ele lutava por sua vida. Ela escreveu: “As pessoas precisam começar a ficar [em casa] e perceber que isso está realmente acontecendo”.

Katie disse: “Devido ao atual surto de COVID19, apenas um de nós conseguiu ficar com ele. Nós nos despedimos de seu pai, Jordan, que é asmático e foi levado para a enfermaria e colocado em isolamento. “A temperatura dele começou a baixar, o que foi um bom sinal. Mas, em seguida, recebemos os resultados do teste para o COVID 19. Foi positivo”.

Hudson recebeu alta do hospital na segunda-feira e, ainda com medo da vida do filho, Katie e Jordan revezaram-se para dormir ao seu lado em casa. Katie disse: “O médico nos ligou na quarta-feira para nos dizer que Hudson também estava lutando contra uma infecção pneumocócica e que ele teve muita sorte de estar aqui. Ele ainda está tomando antibióticos. Passar por essa experiência nos deixou tão determinados a fazer as pessoas perceberem o quão importante é o distanciamento social neste momento! Hudson está passando pelo pior agora e fará uma recuperação completa, mas outros não. Todo mundo precisa fazer a sua parte. ”

Casos em crianças ainda são escassos

Apesar de existirem, os casos em que crianças são infectadas pelo novo coronavírus ainda são escassos.

Para se ter uma ideia, o país mais populoso do mundo e onde foi o epicentro da epidemia, 2,4% dos casos confirmados aconteceram nos mais novos, sendo que apenas 0,2% deles ficaram em estado crítico, de acordo com o relatório de fevereiro da Organização Mundial de Saúde.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta