Se conecte com a gente

Aconteceu

Isolamento faz franceses relaxarem na higiene pessoal, aumentando risco de contaminação pelo coronavírus

O banho é uma medida preventiva básica que o francês, ao invés de aumentar a frequência, diminuiu

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

O Instituto Francês de opinião Pública (IFOP) publicou na última quarta-feira (22), que muitos franceses já relaxaram em uma medida preventiva básica de higiene para evitar o contágio pelo novo coronavírus: o banho.

Franceses estão lavando menos as mãos do que faziam no começo da pandemia em março. Como se não bastasse isso, só 67% dos que foram entrevistados têm tomado banho todos os dias, contra 76% no início da quarentena. 49% dos homens com 65 anos de idade ou mais declarou ao IFOP tomar um banho completo diariamente, contra 67% dos jovens de menos de 25 anos.

Entre as francesas o número é melhor, 74% das mulheres que foram entrevistadas, disseram tomar aquela ducha caprichada pelo menos uma vez por dia. Mesmo assim, esse quadro surpreende em plena pandemia de Covid-19, porque tanto no rádio quanto na TV as campanhas do Ministério da Saúde não param de sempre alertar que todos devem se higienizar.

“A aplicação de regras básicas de higiene, como lavar as mãos, não é uma obrigação apenas consigo mesmo, mas também um dever com os outros”, diz François Kraus, diretor de pesquisas no IFOP.

Kraus já estimava no fim de fevereiro, que a população francesa estava provavelmente mais exposta do que outras às infecções virais sazonais, por conta da negligência com as regras de higiente. Na época, em entrevista à rádio France Info, ele lembrou que a França ficou em 50º lugar em um ranking de 63 países em matéria de higiente, de acordo com um estudo de 2015.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta