Connect with us

Aconteceu

Bar belga mundialmente famoso proíbe entrada de políticos: “Fiquem longe daqui”

Restrições que afetam diretamente funcionários e dono do bar, fizeram dono tomar decisão.

Published

on

O tradicional bar belga In de Verzekering tegen de Grote Dorst, que na tradução aproximada em português seria algo como “Protegido contra a grande sede”, fica em Leme na província de Brabante Flamengo, no norte da Bélgica. Pra quem não sabe, ele foi eleito como a melhor cervejaria da Bélgica por seis anos consecutivos, além de ter ganho o prêmio de melhor destino cervejeiro do mundo por três anos seguidos.

Mesmo com todo esse sucesso, o dono do bar Yves Panneels, está totalmente irritado. No último sábado, Paneels disparou em sua página do Facebook: “Hoje, dia 17 de outubro, é dia internacional de combate à pobreza, e ontem o governo federal empurrou dezenas de milhares de pessoas para pobreza uma só canetada.”, inicia o dono do bar.

Yves Panneels

Panneels se refere ao lockdown novamente imposto pelos governantes, que proíbe a abertura de bares e restaurantes. O dono do bar segue dizendo que as medidas não afetam as classes mais altas, porém pessoas que realmente precisam, vão acabar sofrendo um grande baque.

“Primeiro-ministro, Sr. Van Ranst, e todos os senhores e senhoras ministros que pensaram ontem à noite que um sinal claro deveria ser dado, saibam que estão mergulhando muitas pessoas na miséria total. A riqueza dos senhores, por outro lado, não está sendo amputada. No final do mês não será depositado nenhum euro a menos em suas contas bancárias.”, continua Panneels.

O dono do bar continua suas críticas propondo a proibição de entrada de políticos no estabelecimento: “Ainda não sabemos quando nosso negócio poderá reabrir, mas uma coisa prometemos solenemente a vocês: vocês não serão mais bem vindos. Em protesto pela falta de empatia, em solidariedade aos colegas que estão sendo duramente atingidos por essas medidas, fiquem longe de nós até o final de 2025”.

Panneels disse ainda, em conversa com a rede de notícias Belgas SCEPTR, que sua iniciativa já está sendo compartilhada sem dificuldades por vários outros comerciantes: “Já existem alguns negócios no mesmo ramo que estão seguindo nosso exemplo: políticos que afirmaram abertamente que o fechamento do setor é uma boa medida, não serão mais aceitos. É simples assim”.

Proibição da abertura de bares e restaurantes

A decisão de Yves Panneels, que ganhou repercussão em um tradicional jornal flamengo, se deu após o novo lockdown imposto pelo governo da Bélgica, para prevenir uma dita segunda onda da pandemia que usa o novo coronavírus que surgiu na China, como pano de fundo para propagar controle autoritário sobre as populações da maioria dos países do globo.

A nova medida que a cúpula do governo belga tomou, afeta de forma bastante pesada o setor de bares e restaurantes, já que todos estão obrigados por decreto estatal a fechar completamente pelo período de quatro semanas.

Dono de bar critica medidas restritivas

Na entrevista que deu à rede de notícias Belgas SCEPTR, Yves Panneels criticou medidas restritivas que considera absurdas, citando pessoas que também defendem tais medidas, como o virologista Marc Van Rust: “Veja o caso de Van Ranst que chega a dizer que essa medida foi um exemplo que eles deveriam dar. Como é possível isso?”, diz o dono do café.

“Isso não é uma política, é apenas usar o autoridade de forma bruta. Nem mesmo é investigado se esse fechamento poderia ter algum efeito.”

Recentemente, um grupo de 6400 cientistas assinou um manifesto pedindo que que jovens retomem a vida para forçar imunidade contra Covid-19. De acordo com os cientistas, a ideia é resguardar idosos e doentes e permitir a circulação de jovens acima de 18 anos para espalhar o vírus e elevar a imunidade na população, como foi mostrado em uma reportagem do jornal Folha de São Paulo, que a Curiozone deu repercussão em uma matéria.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement
Advertisement

Em Alta