Se conecte com a gente

Aconteceu

Jovem que cortava cabelos por R$ 2,00 em garagem ganha o próprio salão

Antes e depois de reforma em salão na garagem de casa em Praia Grande, SP

Publicado

no

A história de uma jovem determinada acabou viralizando nas redes sociais. Se você não conheceu, certamente conhece alguém que conheceu a história dela. Thayssa Caramez, de 17 anos, ainda adolescente, conseguiu abrir seu próprio salão e ainda mantém uma clientela fiel no litoral de São Paulo.

A postagem que viralizou, era uma que mostrava a jovem vendendo seu serviço de cortes por R$ 2 em sua barbearia improvisada na garagem de casa, em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Thayssa começou ajudando desde cedo no salão da família, com cortes de cabelo feminino. Foi com o passar do tempo, que ela quis se especializar em cortes masculinos, e com apenas uma cadeira, alguns equipamentos e sua fiel maquininha antiga, ela abriu em sua garagem o Espaço da Thay.

No começo, eram apenas mãe e filha nos dois espaços, que ficam na Avenida Jatobás, no bairro Samambaia. Observando o esforço da filha para entrar na área e para incentivar novos clientes, Gisele Rosa, de 37 anos, publicou nas redes sociais o anúncio de cortes a R$ 2 que a filha estava oferecendo.

Em questão de horas a publicação viralizou, e o que tinha como objetivo atrair só alguns clientes do bairro chegou a milhares de pessoas de todas as regiões do Brasil. O portal G1 fez uma reportagem, e conversou com as duas.

Thayssa conseguiu dezenas de clientes, mas, mais que isso, chamou a atenção da produção de um programa de TV que reforma salões de beleza. “Ficamos em São Paulo enquanto eles faziam a reforma. Ganhamos vários cursos profissionalizantes, também”, conta.

Mesmo com o espaço reformado, Thayssa disse que seguiu com a promessa a seus clientes de que iria manter o valor baixo, até que conseguisse seu certificado profissionalizante, no fim do ano passado, quando só então aumentou para R$ 10. “Mesmo assim, me diziam que estava muito barato para os preços do bairro”, conta.

As restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus que surgiu na China, fizeram com que as portas do Espaço da Thay fossem fechadas por um tempo, como medida de proteção dos clientes e dela própria. Ao retornar gradualmente, a jovem não perdeu a clientela, que se tornou fiel ao seu trabalho. Agora, ela conta que os preços já seguem a média do bairro, com cortes entre R$ 15 e R$ 20.

Barbearia de adolescente foi totalmente reformada depois de repercussão de um post nas redes sociais.

“Estamos praticamente com uma barbearia completa”, comenta. “Paramos só quando ficou proibido. Fomos voltando aos poucos, nos adaptando. Há dias e dias, dependendo da época do mês, mas tenho bastante cliente e isso é bem legal”.

Até hoje, quase um ano após a abertura de seu pequeno negócio, Thayssa se surpreende com a repercussão que teve. “Eu não imaginava que uma simples publicação ia chegar a alcançar tudo isso de gente”, comenta. “Vamos crescendo aos pouquinhos, tudo graças à minha mãe.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta