Connect with us

Ciência

Especialistas desenvolvem lente especial que corrige miopia enquanto a pessoa dorme

Uso de lentes noturnas molda córnea e ‘zera’ graus de miopia e astigmatismo.

Published

on

Se você sofre de miopia ou astigmatismo, e acha que pra você não tem nenhuma solução, saiba que a ciência já resolveu esse problema. Bom, pelo menos é o que foi revelado por cientistas em uma técnica difundida em 2017, que promete restabelecer a visão de quem sofre com esse problema. E detalhe: sem usar óculos ou mesmo lentes de contato, e sem ser preciso recorrer a cirurgias.

Estamos falando da Ortoqueratologia, uma nova técnica difundida na Ásia e nos Estados Unidos, e que vem ganhando espaço no Brasil. O tratamento é feito durante o sono, â noite. Ao dormir, o paciente coloca nos olhos um par de lentes de contato rígidas capaz de moldar o epitélio, que é a camada mais superficial da córnea, corrigindo assim, os defeitos da visão.

“O usuário fica livre de acessórios, como óculos, que, dependendo da atividade que ele exerça, atrapalham sua vida”, diz a oftalmologista Tania Schaefer, uma das introdutoras da técnica no país.

O único problema, de acordo com o alerta da profissional, é que nem todos podem fazer uso do método. Por exemplo, pacientes portadores de miopia superior a seis graus ou astigmatismo acima de 1,75 não conseguem resolver seu problema através da Ortoqueratologia.

Oftalmologista Tania Schaefer

“Existe um limite fisiológico no aplanamento da córnea, fazendo com que pessoas com dificuldades muito profundas não possam ser beneficiadas pelo tratamento”, comenta a oftalmologista.

Quem sofre de secura ocular extrema ou outras patologias graves ligadas à visão também são desaconselhados a fazer esse tratamento. E como a atuação do material é restrita à córnea do paciente, quem é portador de alterações na retina também não pode fazer.

Tratamento contínuo

A médica faz ainda outra ressalva. De acordo com ela, há a necessidade de realizar o tratamento de forma contínua. “O paciente sempre terá que utilizar a lente à noite. Se ele parar, o problema de visão volta. Em alguns casos, quando a miopia já está estabilizada, conseguimos reduzir o número de noites de uso por semana”, explica Tania Schaefer, que diz que as lentes noturnas têm custo avaliado em R$ 3 mil por ano.

Dormir com lentes normais faz mal

Quem usa lentes de contato, sabe que um dos ensinamentos básicos é sempre lembrar de retirá-las antes de dormir. A oftalmologista Tania Schaefer, explica que a regra, no entanto, não se aplica à Ortoqueratologia, uma vez que as lentes do tratamento possibilitam a entrada de oxigênio no local, evitando infecções.

“A lente convencional é gelatinosa, o que promove uma troca constante de fluidos no olho e aumenta as chances de formação de um quadro infeccioso”, completa a médica.

Outro conselho a ser seguido para diminuir os riscos de infecção ocular é aquele que você com certeza já deve saber, mas sempre é bom lembrar: realizar a higiene regular do material.

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement
Advertisement

Em Alta