Se conecte com a gente

Tecnologia

Facebook é processado nos EUA e pode ser obrigado a vender Instagram e WhatsApp

Ações na justiça acusam a rede social de ter usado sua “posição dominante” para fazer as compras e exigem que ambas sejam vendidas.

Publicado

no

Uma aliança de 48 estados juntamente com a Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) abriram dois processos, contra a empresa de Mark Zuckerberg por conta do monopólio na compra do aplicativo de mensagens WhatsApp e a rede social de compartilhamento de fotos Instagram.

Uma reportagem do Jornal da Record, mostrou que ambas ações estão acusando o Facebook de ter usado sua “posição dominante” para se fazer as compras e exigem que ambas sejam vendidas.

De acordo com Ian Conne, diretor da FTC, “as ações do Facebook para consolidar e manter seu monopólio negam aos consumidores os benefícios da concorrência” e o que o órgão tem como objetivo “reverter a conduta anticompetitiva do Facebook”.

Mark Zuckerberg

O Facebook afirmou nesta quinta-feira (10), que todas as suas compras foram autorizadas pelos órgãos regulatórios e que não há nenhuma ilegalidade nos negócios.

“Instagram e WhatsApp tornaram-se produtos extraordinários porque o Facebook investiu bilhões de dólares, trabalho e anos de inovação para desenvolver novas funcionalidades e melhores experiências para milhões de pessoas que amam esses produtos. O fato mais relevante que a Comissão não menciona na sua denúncia de 53 páginas é que autorizou essas compras anos atrás. Isso é revisionismo. As leis antitruste existem para proteger os consumidores e promover a inovação, não para punir empresas de sucesso”, disse a vice-presidente, Jennifer Newstead.

Além da venda das duas redes sociais, o processo exige que o Facebook peça autorização prévia para realizar futuras fusões e aquisições acima de R$ 50 milhões.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta