Se conecte com a gente

Buffoniando

(Re)Começar

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

É chegado 2021 e com ele novas esperanças, planos, projetos e metas. Todos concordam que 2020 foi um ano tanto para lembrar como para esquecer. 2020 nos remete à lembranças ruins, geralmente adjuntas de luto. Perda de amigos, familiares, trabalho, renda, o contato com os amigos do ano letivo e de até relacionamentos. Ao mesmo tempo, o tal ano também nos serviu para aprender muito sobre a importância da vida em sociedade, como também sobre ser menos materialista e aproveitar mais os dias das nossas vidas.

Dezembro costuma ser um mês de reflexões e montagem de projetos para o ano vindouro, que no nosso caso já está em curso. E fica a ideia de começar algo. Mas será que realmente é começar? Ou será recomeçar? embora sejam próximas, essas palavras possuem conotações ligeiramente diferentes. A palavra começar nos oferece a ideia de iniciar algo, ou seja, dar início mesmo e levantar um projeto do zero. Portanto, começar é literalmente construir as bases para levantar uma meta estabelecida como algo inteiramente novo. Em outras palavras, ter uma nova atitude, um novo comportamento ou um novo hábito seguido de uma motivação intrínseca como: perder peso, estudar para passar em um concurso, melhorar as notas, fazer dieta, ajudar em casa, ler mais, fazer atividades físicas, etc. Caso essas e outras ações não eram do seu cotidiano, então é começar mesmo.

O ano novo também costuma ser de recomeço. O recomeço ocorre quando você dá início ao projeto, meta ou comportamento desejado, porém ele advém após uma frustração e um luto. O luto causa uma paralisia por um tempo, pois ele suga nossas intenções e energias. E convenhamos que, recomeçar é muito mais complexo do que começar. Para recomeçar nós temos que juntar os cacos, temos que curar nossas feriadas, cuidar do nosso emocional e arrumar forças para levantar. Uma demissão, o fim de um relacionamento e uma reprovação num concurso, são exemplos de situações que nos tiram o equilíbrio emocional e que torna uma experiência dolorosa e desanimadora para seguir. Essas situações nos apresentam pensamentos de insuficiência e diminuição do si, o que afeta nossa estima e dificulta nossa capacidade de responder de pronto e de nos levantar. Já viu uma pessoa que fez dieta, exercícios e obteve o resultado desejado? Viu essa pessoa relaxando e voltando a ganhar peso? Viu como é difícil para essa pessoa voltar a realizar novamente os exercícios? Pois é! O que ocasiona isso é a acomodação.  A acomodação é um fator para que venhamos a perder e ter que lutar novamente para ter algo desejado. Por essa situação, o recomeço é tão difícil.

Portanto, 2021 deve ser a chance para você começar algo que deseja. É a chance de colocar em prática as metas, mas que essa meta venha ser planejada com metas menores. Alcançar uma meta grande de uma vez é difícil e causa desmotivação, justamente por sua complexidade.  Seja esperto: começando ou recomeçando, estabeleça metas pequenas e gradativas. Cada passo é valioso e grandioso rumo ao objetivo final.

Recomeçar é difícil, mas lembre-se: que não recomeçar e ficar parado no tempo é mais cômodo, mas também mais cruel. Porém, você só sentirá isso num longo prazo. Não deixe os pensamentos. O relacionamento não deu certo? Lembre-se dos momentos felizes e se levante para viver isso novamente! Ficou desempregado? Lembre-se da sua competência e de como você chegou aonde chegou! Levante e se qualifique um pouco mais, a porta se abrirá! Não passou no concurso? Quem disse que é fácil passar?! Levante e vá “papirar” mais! Vai abrir mão da sua estabilidade e sonho?! Trocou de escola? Faz parte filho! A vida é mudança!  A vida é dinâmica! Novas oportunidades para novas amizades e novos momentos em lugares diferentes!

Seja começo ou recomeço, desejo para ti um 2021 repleto de realizações!

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta