Se conecte com a gente

Tecnologia

Telegram debocha do WhatsApp e recruta mais usuários no Twitter

WhatsApp pode sofrer uma debandada de usuários nos próximos dias.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Twitter

A recente decisão da Facebook Inc, (empresa de Mark Zuckerberg, que também possui Instagram e WhatsApp), fez com que muitos usuários passassem a se questionar se realmente deveriam continuar usando o app.

Pra quem não sabe, o WhatsApp anunciou nesta semana que passa a ser obrigatório o compartilhamento de dados de seus usuários com o Facebook, dono do aplicativo de troca de mensagens.

Quem não concordar com a mudança, conforme a notificação enviada pela plataforma, é convidado a apagar o app e desativar a conta.

“A política de privacidade e as atualizações dos termos de serviço são comuns na indústria, e estamos informando os usuários com ampla antecedência para que revisem as mudanças, que entrarão em vigor em 8 de fevereiro”, disse um porta-voz do Facebook à agência de notícias AFP.

“Todos os usuários devem aceitar as novas condições se quiserem continuar usando o WhatsApp”, acrescentou.

Com a decisão autoritária do app cujo dono é Mark Zuckerberg, a debandada de usuários para aplicativos concorrentes como o Signal, divulgado por Elon Musk, e até mesmo o Telegram acaba sendo inevitável, ao menos é o que parece, com o relato de diversos usuários no Twitter.

O Telegram Brasil, aproveitou para recrutar mais usuários debochando do WhatsApp.

Nas replys, diversos usuários comentavam apoiando e também convidando vários outros para migrarem para o Telegram: “Já estou no telegram, e a cada dia meus contatos aparecem lá, acredito que vocês vem crescendo muito, só esperamos não fazer parte dessa onda de censura e serem fortes o bastante para resistir a pressão.”, disse um seguidor. “Eu vou fazer isso no próximo dia 8! Estou avisando os meus amigos que vou cancelar a minha conta. Como eu já uso o Telegram, vai ser lá que vão me encontrar.”, comentou uma usuária.

Para baixar o Telegram para Android, basta clicar aqui. Se o seu sistema é iOS, o app está disponível também na App Store. Quem não quiser mobile, também pode usar o app pelo PC, sem precisar vincular ao celular como no WhatsApp.

A Curiozone seguindo o exemplo de jornais como Folha de São Paulo, também está deixando de lado as redes sociais sob o poder de Mark Zuckerberg e centralizando seu conteúdo de redes no twitter. Para seguir, basta clicar aqui.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta