Se conecte com a gente

Aconteceu

Venezuela lançou nova cédula de 1 milhão de bolívares que não vale nem US$ 1

Nos valores de 200 mil, 500 mil e 1 milhão de bolívares, novas cédulas chegaram no início do mês para, segundo o Banco Central da Venezuela, “responder às necessidades da economia nacional”.

Publicado

no

Foto: Reprodução/YouTube

No início deste mês, o Banco Central da Venezuela anunciou por meio de suas redes sociais, a introdução de três novas cédulas nos valores de 200 mil, 500 mil e 1 milhão de bolívares “para responder às necessidades da economia nacional”, de acordo com um comunicado para a imprensa.

O problema, é que as três cédulas somadas não chegam a valer 1 dólar. Segundo a reportagem da CNN Brasil, esse é o esforço mais recente feito por Nicolás Maduro com o objetivo de facilitar as transações em moeda local, que diminuíram nos últimos meses devido à desvalorização do bolívar, e o crescente uso do dólar em espécia quando é feito o pagamento de produtos e serviços.

Na Venezuela, o salário mínimo básico é de 1,2 milhão de bolívares. A cédula de maior valor do país, não compra US$ 0,53 (cerca de R$ 3), segundo o câmbio divulgado no início do mês de março de 2021 pelo Banco Central Venezuelano.

Em 2020, a inflação acumulada atingiu 2.958%, segundo o BCV, valor inferior aos 3.713% anunciados pelo Observatório Venezuelano de Finanças, organização fundada pelo ex-parlamentar da oposição Ángel Alvarado.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta