Se conecte com a gente

Animais

Espécie rara de peixe que se originou há 420 milhões de anos é encontrada em Madagascar

Os celacantos eram considerados extintos até o final da década de 1930 e foram vistos poucas vezes nos últimos anos.

Publicado

no

Um habitat desconhecido. Uma espécie pré-histórica e rara. Datada em 420 milhões de anos, uma população de peixes celacantos, foi encontrada por pescadores num habitat desconhecido, no Oceano Índico, em Madagascar.

De acordo com informações do jornal britânico Daily Mail, os peixes, considerados extintos até 1938, são raríssimos de se encontrar. Algumas poucas vezes na última década o peixe foi visto em locais como a Indonésia e a África do Sul.

O animal, que pesa 90kg e pode alcançar até 2 metros de comprimento, vive numa área profunda, de 100 a 500 metros. Segundo os pescadores, eles se depararam com os chamados “peixes fósseis” ao jogarem as redes para capturar tubarões.

Imagem meramente ilustrativa de um celacanto.

Em um estudo divulgado no South African Journal of Science, o pesquisador Andrew Cooke explicou que “o advento de redes de emalhar de inserção profunda, ou jarifa, para a captura de tubarões, impulsionado pela demanda por barbatanas de tubarão e óleo da China em meados de 1980, resultou em uma explosão de capturas de celacanto em Madagascar e outros países do Ocidente Oceano Índico”.

Acreditava-se que o celacanto estava extinto até 1938, quando um foi identificado pela primeira vez.

Andrew Cooke, que é principal autor da pesquisa, disse ainda que Madagascar é o novo “epicentro” dos celacantos, sendo possível que mais de 100 animais tenham sido pescados na região nos últimos 30 anos. A descoberta se dá pelo fato de que acreditava-se que os espécimes haviam desaparecido do país desde o sumiço repentino causado pelas intensas pescas de tubarão. Contudo, a recente descoberta aponta para outra direção.

“A presença de populações de celacanto do Oceano Índico Ocidental em Madagascar não é surpreendente, considerando a vasta gama de habitats que a ilha antiga oferece”.

Essa descoberta é importante pois pode ajudar na criação de um programa de pesquisa e conservação de animais que foram considerados extintos por anos.

Segundo a National Oceanic and Atmospheric Administration, os celacantos podem alcançar aproximadamente 2 metros de comprimento e possuem escamas com manchas curiosas. Outra característica especial é que estes peixes contam com quatro nadadeiras, o que já lhe rendeu o apelido de “peixe de quatro patas”.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta