Se conecte com a gente

Games

Estoque do PlayStation 5 continuará escasso até 2022, diz Sony

A demanda mundial continuará acima da capacidade de entrega até o próximo ano.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Instagram

Garantir a compra do novo PlayStation 5 em lojas oficiais se tornou uma dor de cabeça para os milhares de jogadores ao redor do mundo. E segundo a Sony, essa situação não deve melhorar tão cedo.

Declarações dadas pelo diretor financeiro da empresa Hiroki Totoki, em uma reunião com investidores divulgada pela Bloomberg, revelam que mesmo que o principal problema de produção (que é a falta de semicondutores) seja resolvido, a demanda mundial irá continuar acima da capacidade de entrega até em 2022.

“Não acredito que a demanda vai se acalmar neste ano, e mesmo que a gente garanta produzir mais unidades do PlayStation 5 no próximo ano, nossa oferta não será capaz de suprir a demanda”, finalizou.

O PlayStation 5 está sem estoque oficial e com seu preço disparando no Brasil, mesmo tendo sido lançado há meses, em novembro de 2020.

Falta de estoque se deve a semicondutores

Semicondutores, pra quem não sabe, são a base da tecnologia. Para qualquer aparelho eletrônico, eles é que são o material crucial para componentes cruciais, sendo a base para os chips em processadores, placas de vídeo e armazenamento, por exemplo.

Semicondutor: a base das tecnologias da atualidade.

Embora a Sony não mencione diretamente a Covid-19, ela diz que as dificuldades são resultado da “situação global que mexeu com a capacidade industrial e reorganizou prioridades no mundo inteiro. Além disso, o mercado de videogames viu um “boom”, com todas as empresas vendendo mais jogos e consoles, pelo fato de mais pessoas estarem procurando entretenimento doméstico, o que aumentou a demanda pela nova geração.

A disseminação do novo coronavírus que surgiu na China, gerou uma interrupção completa em cadeia, que foi do funcionamento de fábricas, centros de distribuição até as demais unidades de negócio envolvidas nesse movimento, gerando não somente atrasos, como também uma queda ainda maior na disponibilidade de semicondutores.

A alta demanda, combinada com dificuldades de produção, não poderia resultar em outra coisa que não a escassez.

Mesmo com a demanda em baixa, a Sony vendeu 4,5 milhões de unidades do PlayStation 5 no ano de 2020, aumentando sua margem de vendas em 40% para a divisão de jogos da empresa. Por outro lado, uma pesquisa da Ampere Analysis divulgada com exclusividade no Brasil pela Curiozone mostrou que muitos estão abrindo mão do serviço PS Now devido a falta de jogos de qualidade.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta