Se conecte com a gente

Aconteceu

Agora crítica, Globo pediu até perdão à Conmebol para tentar transmitir Copa América

A emissora carioca tentou de todas as formas transmitir o evento que agora é do SBT.

Publicado

no

Se antes só existiam suspeitas de que a Globo estaria tentando mais uma vez boicotar uma transmissão que perdeu para a concorrência, agora, com uma informação revelada pelo site Notícias da TV, tudo se confirmou. De acordo com a reportagem do site, a Globo, que agora está criticando a realização do evento no Brasil, antes tentou transmiti-lo, disputando com o SBT os direitos de transmissão, e chegou até mesmo a pedir perdão para a Conmebol, para que pudesse concorrer na disputa pelos direitos.

O perdão era preciso porque a Conmebol está processando a Globo por quebra de contrato. Os direitos de transmissão da Copa Conmebol Libertadores eram da Globo, mas conforme a Curiozone noticiou em setembro do ano passado, a emissora carioca rompeu o contrato com a Conmebol, depois do entendimento de que não seria mais possível manter o acordo de US$ 60 milhões por temporada para TVs aberta e fechada, válido até 2022.

Sem a Conmebol autorizar, a Globo não iria poder participar da concorrência para a transmissão de nenhum de seus torneios, o que inclui a Copa América.

Libertadores é de exclusividade do SBT.

A proposta da Globo era comprar os direitos de transmissão da Copa América e tirar do SBT a Libertadores, de 2023 a 2025. Pra quem não sabe, até 2022, os direitos de transmissão são da emissora de Silvio Santos. A Globo queria exclusividade dos direitos para tudo: não somente para as TVs aberta e por assinatura, como também para internet, streaming e até mesmo rádio. Contudo, a Conmebol não fechou negócio.

Em nota ao Notícias da TV, a Globo disse que o encontro em outubro foi “estritamente institucional”, com objetivo de reforçar a relação de parceria entre a emissora e a Conmebol, e negou dizendo que “Não houve formalização de ‘pedido de perdão’, não se falou sobre valores nem sobre direitos de transmissão. Toda a negociação da Copa América sempre foi feita através da representante dos direitos para o Brasil.”.

Entretanto, de acordo com a reportagem do site, Jorge Nóbrega, o presidente executivo da Globo, voltou sim a entrar em contato com a direção da Conmebol em 2021.  Ele teria conversado com a entidade à distância, só que também sem conseguir fechar o contrato.

Galvão Bueno narrador de esportes da TV Globo.

Apesar do processo judicial da entidade contra a Globo continuar, a emissora pôde participar da concorrência pelos direitos de transmissão. Todavia, o vencedor foi o SBT, com condições similares às oferecidas pela Globo.

Na época da viagem e das negociações, a Copa América seria realizada na Argentina e na Colômbia. Quando o torneio foi transferido para o Brasil, inúmeros profissionais do jornalismo da TV Globo foram às redes sociais criticar a decisão.

Rede Globo perdeu maioria dos direitos de transmissão de eventos esportivos que rendiam grande audiência.

Oficialmente, a Globo diz que não se opõe à realização da Copa América.

“Nosso posicionamento sempre foi o de priorizar a saúde e a segurança das nossas equipes e dos atletas, respeitando as orientações e protocolos das entidades de saúde e dos organizadores.”, diz a emissora.

Apesar de dizer não se opor, a opinião pública se moldou através da percepção não só das manifestações dos profissionais, como também de inúmeras matérias do principal telejornal da emissora, fazendo severas críticas à realização dos jogos da Conmebol.

Não é a primeira vez que a Globo tenta boicotar uma transmissão que não é sua por direito. A emissora, ano passado, tentou derrubar a audiência do SBT, colocando o Big Fone, do reality Big Brother Brasil, para tocar no exato momento em que estava sendo transmitida a final entre Palmeiras e Santos. A estratégia no entanto não deu certo, e conforme a Curiozone mostrou, o SBT acabou vencendo com folga na liderança de audiência deixando a Globo para trás.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta