Se conecte com a gente

Aconteceu

Para não elogiar, jornalista usa termo “despiora” sobre economia e vira piada

Jornalista virou piada no Twitter depois de usar o termo “despiora” para se referir à economia.

Publicado

no

Foto: Edição/Victor Rodrigues

É uma recomendação popular: se quiser aprender outras línguas, leia notícias em outras línguas. Quem não souber português e quiser aprender, porém, é melhor evitar ler a coluna do jornalista Vinicius Torres Freire porque pode acabar não se dando tão bem assim.

Na manhã desta quarta-feira (09), o jornalista da Folha de São Paulo acabou virando piada no Twitter, depois de lançar no jornal sua coluna onde usa um termo informal para se referir à economia. Embora “despiora” exista, a palavra, por não ser muito utilizada acaba causando confusão mental no leitor.

Coluna do jornalista Vinicius Torres Freire.

Não se sabe exatamente o que motivou o jornalista a usar o termo, mas o mais provável é que sua desavença com o governo seja a melhor explicação.

No texto da coluna, indicadores econômicos que alcançaram resultados positivos recentemente, como o PIB são mostrados, contudo o jornalista elenca alguns argumentos para minimizá-los.

No Twitter, diversos usuários fizeram piada com a brincadeira:

A tal “invenção”, não é recente do jornalista além não ser algo simplesmente retirado da cabeça dos usuários das redes sociais. De acordo com o professor de Língua Portuguesa, Rogério Batalha, o verbo “despiorar” não está nos dicionários e, portanto, poderia ser caracterizado como um termo inventado, ou um neologismo.

“Despiorar, no sentido de tornar ou ficar menos pior, pelo que me parece, ela não está dentro de um padrão culto. Ela [a palavra] está muito próxima de um neologismo, uma palavra inventada, do que de uma palavra dicionarizada. Então, à princípio, eu acho que ela não existe enquanto padrão culto” destacou.

Em uma breve busca nos principais dicionários de Língua Portuguesa, como o Houaiss ou o próprio VOLP, levantamento de palavras feito pela Academia Brasileira de Letras, o verbo não consta, o que parece corroborar o que foi dito pelo professor Rogério.

Presidente Bolsonaro já fez críticas ao jornal Folha de São Paulo.

Em sua conta oficial no Twitter, o medalhista de ouro gaúcho no vôlei Gustavo Endres comentou que na realidade ficou até sem palavras para comentar:

Não é a primeira vez que o jornalista lança o termo engraçado. O “malabarismo” retórico já foi usado em uma outra oportunidade. Em julho de 2020, o país teve outra melhora na economia, fazendo com que o jornalista evitasse falar sobre o fato, usando mais uma vez o termo “despiora” em sua coluna, com um texto entitulado “Bolsonarismo perde, Bolsonaro ganha”, em uma tentativa do que parece ter sido evitar comentar que o país teve uma melhora econômica com a atual gestão. A manobra, é claro, não foi perdoada e virou também virou piada entre os internautas leitores.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta