Se conecte com a gente

Aconteceu

Ficção gringa vira realidade no Brasil e jornalista da CNN critica afegãos sem máscara

“Outra coisa que me chamou atenção ali foi a falta de máscaras…”, comentou Carla Vilhena sobre os afegãos em meio ao cenário de guerra.

Publicado

no

Não, a CNN americana jamais disse “elogiar” o fato de que os combatentes do Talibã usavam máscaras como forma responsável de ‘se prevenir contra a Covid-19’. Em meio a um cenário de guerra, seria um evidente absurdo fazer esse tipo de comentário. Um artigo de checagem do portal Snopes, porém, fez questão de verificar a informação, reafirmando para quem não conseguisse ver, que essa notícia, claramente foi um meme do portal Babylon Bee, especializado em notícias satíricas.

O Afeganistão, neste momento, se encontra em um cenário de guerra. Em resumo, um grupo de terroristas fundamentalistas religiosos, acabou voltando ao poder. Afegãos, em desespero, tentam a todo custo fugir do país buscando se refugiar em outro lugar. E, claro, ninguém vai se preocupar com outra coisa, quando seu país vive em meio a explosões.

Mas quem disse que o Brasil consegue ficar um dia sem virar meme? A preocupação com o novo coronavírus que surgiu na China parece não ter limites. Se por um lado a matriz da CNN nos EUA não cometeria o absurdo de fazer essa observação com relação a afegãos em meio a um cenário de guerra, na CNN Brasil, por outro lado, a jornalista Carla Vilhena eternizou o momento ao fazer uma crítica aos afegãos.

“Outra coisa que me chamou atenção ali, foi a falta de máscaras, você viu que só dois – um até com o nariz de fora – usavam máscaras sendo que o Afeganistão é um dos países menos vacinados do mundo.”, disse Carla Vilhena.

O comentário de Carla, como não poderia deixar de ser, não passou despercebido pelo Twitter, onde vários usuários comentaram fazendo o nome da jornalista parar nos assuntos mais comentados.

Outros usuários do Twitter seguiram com críticas ao comentário inacreditável de Carla: “Tem gente caindo de avião decolando, e a preocupação da Carla Vilhena é se os afegãos estão de máscara. Que fase”, reclamou um internauta identificado como Eduardo.

“O pau comendo no Afeganistão, e a Carla Vilhena da CNN está preocupada com o uso de máscara pela população. O jornalismo brasileiro padece…”, disse outra identificada como Juliana Belli.

A jornalista, sem ter para onde ir, acabou comprando a brincadeira ao ver que seu comentário se tornou um dos assuntos mais comentados da rede social, e fez piada ao afirmar querer ultrapassar a quantidade de menções de Kamala Harris: “Bora organizar aqui os comentários, porque eu pretendo chegar ao índice da Kamala Harris”, debochou Carla.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta