Se conecte com a gente

Aconteceu

Após ser demitido da CNN, Alexandre Garcia conquista 2 milhões de inscritos no YouTube

O jornalista foi demitido da CNN Brasil depois de ter feito comentários em ‘defesa do tratamento precoce’.

Publicado

no

Na manhã seguinte ao dia em Alexandre Garcia acabou sendo demitido da CNN Brasil, o jornalista anunciou em sua conta oficial do Twitter a conquista de 2 milhões de inscritos em seu canal do YouTube. O contrato do jornalista foi rescindido pela emissora depois dele “reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada”.

Jornalista Alexandre Garcia.

Durante sua participação no quadro “Liberdade de Opinião”, Garcia havia dito que os “tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas”.

“Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento. Na fase 3 são ineficazes, depois que a pessoa já está hospitalizada ou intubada (…) Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns três anos. Agora tudo é experimental”, destacou.

Contudo, depois da declaração de Garica, a apresentadora Elisa Veeck rebateu o comentário do jornalista apontando que o tratamento precoce não tem eficácia e que o recomendado são o uso de máscaras e vacinação.

Em nota, a emissora disse que manterá o quadro em sua programação e reforçou seu “compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo”.

O anúncio da marca de 2 milhões de inscritos foi feito por Alexandre: “E chegamos a 2 milhões na manhã de sábado, juntos, no YouTube”, disse comemorando.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta