Se conecte com a gente

Aconteceu

Após condenar homofobia na Globo, Felipe Andreoli tem posts homofóbicos resgatados

Além das postagens, o apresentador do Globo Esporte teve resgatado um vídeo de cunho homofóbico onde faz piada com a sexualidade dos torcedores do São Paulo.

Publicado

no

O apresentador do Globo Esporte não poupou críticas ao atleta Maurício Souza, acusado de fazer postagens homofóbicas nas redes sociais. Durante uma edição do ‘Globo Esporte’ desta semana, Felipe Andreoli fez duras críticas ao comportamento do atleta de vôlei, questionou o modo como ele fez sua retratação e ainda classificou como covarde.

“Homofobia não é opinião, é crime. Mata. Você fez essa ofensa nas redes sociais que você tem mais de 300 mil seguidores e depois vai pedir desculpas em uma que você tem 50? Atitude covarde.”, disse Andreoli.

O apresentador acrescentou ainda que não se trata de uma questão política, e afirmou que o atleta não foi demitido porque é conservador, cristão, de direita, religioso ou mesmo por conta da lacração na internet, e sim porque foi homofóbico.

Pra quem não sabe, Maurício ganhou os holofotes da impresa, após um bate-boca com o também atleta de vôlei Douglas Souza nas redes sociais. Os dois discutiram após Maurício postar a imagem de Jon Kent beijando outro homem; o personagem da DC se assumiu bissexual na história em quadrinhos.

O problema, é que na mesma semana em que condenou a declaração dada pelo atleta, Andreoli acabou tendo tweets de cunho homofóbico resgatados nas redes sociais.

O ativista homossexual Dom Lancelotti republicou os tweets de Andreoli em um vídeo no Twitter, e destacou que, como gay, considera inadmissível as postagens do apresentador do Globo Esporte: “Quem patrocina esse programa? Aguardando a demissão do Felipe Andreoli. Homofóbicos não passarão!”, disse.

Ainda no Twitter, o ator Thiago Gagliasso expôs uma outra postagem, desta vez, Andreoli faz uma piada de cunho racista.

Em uma breve busca pela internet, também é possível encontrar o vídeo do canal Desimpedidos, onde Andreoli apresentou um quadro de listas em um vídeo intitulado: “TOP 10 VIADAGENS – DESANDREOLI”. No vídeo publicado em 2018, o humorista faz piadas de cunho homofóbico com os torcedores do São Paulo.

 

No Twitter, o também humorista Marcos Castro defendeu que as posições antigas de Felipe Andreoli não devem ser levadas em conta, uma vez que ele evoluiu seu pensamento: “Se alguém se coloca hoje contra a homofobia e aí você resgata um post homofóbico dela de 10 anos atrás, isso não quer dizer que a pessoa seja hipócrita ou que ela tá amarrada a uma cartilha. Isso é sinal de que ela evoluiu.”, disse Marcos.

A mensagem foi replicada por um usuário do Twitter que comentou dizendo que, felizmente, para Andreoli, ele teve tempo de evoluir, uma vez que na época das declarações homofóbicas, não havia alguém que o tivesse prontamente o cancelado, como fizeram com Maurício: “Pra sorte do Felipe Andreoli de 2013, não havia na época um Felipe Andreoli de 2021 pra ajudar a acabar com a carreira dele e qualquer outra oportunidade, dando tempo pra ele “evoluir”.”, disse um usuário que se identifica como Otávio.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta