Se conecte com a gente

Aconteceu

Movimento quer alterar frase da bandeira nacional incluindo ‘amor’ para “combater o ódio”

O grupo ‘Amor na Bandeira’ pretende “combater o ódio” incluindo a palavra ‘amor’, antes do ‘Ordem e Progresso’.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

O movimento ‘Amor na Bandeira’, organizado por parceiros e amigos, marcou para ontem, sexta-feira (19), um encontro virtual para discutir a proposta de inclusão da palavra ‘amor’ na bandeira nacional. O tema, que já foi alvo de discussões anteriormente, tem o intuito de combater o ódio político e relembrar a relevância desta data.

De acordo com informações do jornal Estado de Minas, o movimento que pretende substituir o lema “Ordem e Progresso” por “Amor, Ordem e Progresso” acredita que a bandeira é o maior símbolo de uma nação. Para eles, a mudança da sociedade começa dentro de cada um e, para uma verdadeira transformação, é necessário que o amor seja a solução.

O encontro será realizado através da plataforma Zoom, e os ingressos para o evento podem ser obtidos através do portal Sympla.

O movimento pretende conectar os participantes da reunião à bandeira. “Neste encontro, vamos unir diferentes pessoas que acreditam na mesma causa e levantam a mesma bandeira para nos fortalecermos e ampliarmos a voz dessa causa”, descreve a organização do evento.

A partir da filosofia positivista de Auguste Comte, o lema da bandeira “Ordem e Progresso” foi reproduzido por meio da perspectiva do autor, que afirmava: “O Amor por princípio, a Ordem por base; o Progresso por fim”. O grupo acredita, então, que a exclusão da palavra ‘amor’ influi diretamente na formação dos valores nacionais.

Além disso, considera que o contexto político atual é de ódio e violência, e que, apesar da substituição do lema não ser uma solução aos problemas, deve-se usá-la para mostrar que uma revolução pode ser feita com amor.

Atualmente, a organização tem petições on-line lideradas por mais de um grupo, com o intuito de reforçar a proposta com assinaturas e enviar um projeto ao Congresso Nacional.

O encontro terá convidados e apresentações com o intuito de contextualizar o movimento e a importância da discussão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta