Se conecte com a gente

Aconteceu

Morre aos 78 anos, o engenheiro Masayuki Uemura, criador do NES e do Super Nintendo

Uemura começou a trabalhar na Nintendo em 1972.

Publicado

no

Ele foi um dos maiores nomes da indústria dos games, e na história da Nintendo um dos mais importantes. O engenheiro japonês Masayuki Uemura morreu aos 78 anos na última segunda-feira (06). De acordo com informações do portal IGN, o engenheiro cujo causa da morte não foi divulgada, só teve a mesma divulgada hoje. Uemura passou três décadas trabalhando para a Nintendo e desempenhou um importante papel que ajudou a mudar a indústria para sempre.

Para quem não sabe, Uemura começou a trabalhar na Nintendo em 1972, idealizou o Famicom, sistema que posteriormente ficou conhecido como NES (Nintendo Entertainment System), ou Nintendinho, no Brasil. Em seguida, também idealizou o SNES (Super Nintendo Entertainment System), popularmente conhecido apenas como Super Nintendo.

Antes ir para a Nintendo em 1972, Uemura trabalhava como engenheiro na fabricante Sharp. O engenheiro, que também era professor japonês, rapidamente se tornou chefe do segundo laboratório de pesquisa e desenvolvimento da empresa, o R&D2, e passou a supervisionar alguns dos principais projetos da empresa — como o Color TV-Game, um console pioneiro da empresa que não é muito conhecido fora do Japão.

No começo da década de 1980, ele recebeu do então presidente da Nintendo, Hiroshi Yamauchi, a importante tarefa de liderar a equipe que lançaria o primeiro console doméstico da marca, com o moderno sistema de cartuchos.

O resultado foi o “Family Computer”, ou Famicom, um enorme sucesso no país e que foi rapidamente redesenhado, rebatizado e lançado para o mercado internacional.

O NES foi um dos responsáveis por retomar a indústria de games nos Estados Unidos após a crise de 1983 e foi seguido de outro sucesso supervisionado por Uemura: o Super Famicon, que fora do Japão foi o Super Nintendo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta