Se conecte com a gente

Aconteceu

Após críticas de muçulmanos, Samsung retira do ar propaganda com drag queen

Empresa alegou que a peça publicitária era “insensível e ofensiva para alguns membros da comunidade local.”

Publicado

no

A Samsung tirou do ar uma propaganda veiculada em Singapura que mostrava a relação entre um filho “drag queen” e sua mãe muçulmana, alegando que a peça publicitária era “insensível e ofensiva para alguns membros da comunidade local.”

O filme mostra uma mulher de hijab abraçando o filho, a drag queen Vyla Virus, que diz à mãe: “Você não se incomoda com as pessoas julgando e olhando para você de forma diferente, tendo um filho drag.”

De acordo com informações da BBC, as críticas vieram de um grupo islâmico que classificou o vídeo como “uma tentativa infeliz de empurrar a ideologia LGBT para uma comunidade muçulmana amplamente conservadora.”

“Estamos cientes do feedback de que um dos nossos filmes recentes de campanha para os nossos produtos pode ser visto como insensível e ofensivo para alguns membros da nossa comunidade local. Reconhecemos que erramos e, portanto, removemos o conteúdo de todas as plataformas públicas”, diz o comunicado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta