Se conecte com a gente

Aconteceu

Feministas na Ucrânia exigem fim do recrutamento militar obrigatório de mulheres

Publicado

no

Na última quinta (27), em um texto intitulado “Mãos fora das mulheres!”, o grupo feminista Femen se manifestou exigindo que o governo ucraniano revogue a ordem de recrutamento obrigatório para mulheres e sua mobilização forçada em caso de guerra.

O grupo, no entanto, esclarece no texto publicado em seu site oficial, que “mulheres e meninas podem participar de conflitos militares de forma puramente voluntária”, e diz que o manifesto é contra a obrigatoriedade.

Feministas na Ucrânia exigem fim do recrutamento militar obrigatório de mulheres.

Para o Femen, o governo “não tem o direito moral de obrigar as mulheres a participar das guerras”. O grupo diz que direitos entre homens e mulheres ainda são desiguais, e portanto, não quer que a igualdade se inicie a nível de obrigações.

Feminista tem seios cobertos por agente.

O manifesto divulga imagens do protesto feito por uma ativista seminua em Kiev, quando a mesma protestou contra a decisão do governo em frente ao escritório do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

Uma ordem emitida recentemente pelo Ministério da Defesa da Ucrânia aprovou uma lista de indústrias e profissões nas quais as mulheres trabalhadoras devem ser registradas nas forças armadas. A lista inclui 35 áreas profissionais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta