Se conecte com a gente

Aconteceu

Fatos Desconhecidos gera polêmica após matéria sobre “importância do pronome neutro”

Em texto, página defendeu a “importância do pronome neutro”.

Publicado

no

Colecionando mais um episódio para a lista de polêmicas, a página Fatos Desconhecidos assumiu seu viés progressista, e decidiu publicar, na tarde desta quarta-feira (23), uma matéria em seu site falando a respeito do pronome neutro. No texto publicado após inúmeros outros sobre o reality Big Brother Brasil, a página defende a iniciativa, fala mais sobre o que é, além de dissertar sobre o que considera sua importância, replicando a entrevista da pesquisadora Eliana Rosa Sturza, favorável ao tema.

“Dessa forma, o pronome neutro pode parecer uma mudança desnecessária, mas é um caminho para a aceitação de diferentes expressões de gênero”, diz um trecho do texto.

A matéria da Fatos Desconhecidos, contudo, não repercutiu bem entre seus seguidores. Nos comentários da postagem feita pela página no Facebook, a reação não foi das melhores, e fãs decidiram se manifestar repudiando o conteúdo divulgado por ela.

“Essa matéria era pra se levar a sério?”, questionou um seguidor identificado como Carlos Eduardo. “Nenhuma importância, só imbecilizar à população”, protestou Lype Araújo. “Invenção de moda criada por quem não gera contribuição nenhuma para com a sociedade”, comentou Gabriel Baumel. “O que determina o “gênero” da palavra é o artigo e não o “o”, “a” e muito menos o “e” no final da palavra. Povo passando vergonha, isso sim”, pontuou Gica Liguori.

Postagem da Fatos Desconhecidos prega sobre “importância do pronome neutro”.

Há algum tempo, alguns dos seguidores da Fatos Desconhecidos têm feito reclamações nos comentários da página quanto ao conteúdo publicado. Excessivas postagens sobre o reality BBB têm deixado diversos de seus seguidores insatisfeitos.

Um fã da página identificado como Luiz Valim apontou a irrelevância de conteúdo na Fatos: “Tá f*** essas pautas heim…”, reclamou.

Com relação ao pronome neutro, a voz de importantes profissionais da educação como Cintia Chagas não foram consultadas pela página na matéria. Profissionais como Cintia, porém, têm sido importantes para mostrar que longe de ser inclusiva, a linguagem pode causar inúmeros problemas.

Professora de Língua Portuguesa Cíntia Chagas.

Durante sua participação em fevereiro de 2021 no programa durante Opinião No Ar do jornalisa Luis Ernesto Lacombe, a professora afirmou ser mais ideológica e política do que linguística essa questão: “Não possui nenhum embasamento e é um desrespeito à língua. Para mim, é completamente desnecessário. No meu ponto de vista, é muito mais uma questão ideológica e política do que linguística”, disse Chagas.

Publicidade
Publicidade

Em Alta