Se conecte com a gente

Aconteceu

Europa tem mais de 1,5 milhão de refugiados ucranianos; veja fotos do conflito

Publicado

no

Nos primeiros 10 dias de ofensiva russa fugiram mais de 1,5 milhões de pessoas da Ucrânia, revelou hoje a ONU.

Segundo o Alto-Comissário da ONU para os Refugiados, Filippo Grandi, esta é a crise de refugiados de crescimento mais rápido na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. A declaração foi dada em uma publicação no Twitter.

De acordo com informações da rede portuguesa SIC, a Rússia lançou, na madrugada de 24 de fevereiro, uma ofensiva militar à Ucrânia e as autoridades de Kiev contabilizaram, até ao momento, mais de 2.000 civis mortos, incluindo crianças. Segundo a ONU, os ataques já provocaram mais de 1,2 milhões de refugiados.

A invasão russa foi condenada pela comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas para isolar ainda mais a capital da Rússia.

  • Europa tem mais de 1,5 milhão de refugiados ucranianos, segundo a ONU.

  • Um menino que assim como todos os outros refugiados, não têm absolutamente nada a ver com a briga entre políticos, chora enquanto caminha sozinho na fronteira da Ucrânia com a Polônia.

  • Refugiados esperam na fronteira ucraniana-polonesa em Medyka pelo ônibus para continuar sua jornada.

  • Refugiados ucranianos.

  • Tanques em Mariupol depois de Vladimir Putin, presidente da Rússia, ordenar a invasão da Ucrânia.

  • Na imagem, uma explosão ocorre na capital Kiev; Invasão começou na quinta-feira, 24 de fevereiro, com bombardeios em diversas cidades da Ucrânia.

  • Engarrafamento registrado em Kiev, capital da Ucrânia.

  • Manifestantes pelo mundo pedem para que a guerra entre Rússia e Ucrânia pare.

  • Mãe e filho ucranianos fogem dos conflitos no país.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta