Se conecte com a gente

Aconteceu

Jornalista da CNN vira piada após dizer que “5 morreram e outros 10 perderam a vida”

Publicado

no

A CNN Brasil não tem nem 2 anos completos, mas desde que foi inaugurada em 15 de março de 2020, já coleciona inúmeras polêmicas, além de gafes.

Uma das gafes da CNN aconteceu em agosto de 2021, quando os afegãos, em meio ao cenário de guerra, foram criticados por Carla Vilhena por estarem sem máscara contra a Covid-19. A mais recente ganhou as redes sociais quando um trecho da edição desta quarta (02) do programa Expresso CNN viralizou no Twitter. Nele, a jornalista Tainá Falcão noticia sobre o ataque russo às torres de transmissão de TV na Ucrânia. Ao falar sobre o trágico acontecimento, Tainá diz que “pelo menos 5 pessoas morreram nesse ataque, outras 10 perderam a vida”.

Nos comentários do vídeo replicado no Twitter, diversos usuários comentavam se divertindo: “A apresentadora falou isso porque tem esperança de que as pessoas que “perderam a vida” ainda possam encontra-las em algum lugar… Já as que morreram não têm mais essa possibilidade”, disse um usuário. “Finalmente faz sentido a frase do Chaves “Eu prefiro morrer do que perder a vida”, comentou outro.

Apesar da gafe, Tainá Falcão tem um currículo de peso. Experiente, a jornalista nordestina de Maceió já passou pela RecordTV como repórter em Brasília, onde também atuou pela TV Justiça, foi à São Paulo novamente na RecordTV, e posteriormente trabalhou na Record News, onde ficou até 2020, quando se mudou para a CNN Brasil onde está até hoje.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta