Se conecte com a gente

Aconteceu

Acionistas aceitam proposta de compra e Elon Musk vira o novo proprietário do Twitter

O CEO da Tesla e SpaceX agora é proprietário integral da Twitter Inc.

Publicado

no

Vendida! Elon Reeve Musk agora é o novo proprietário da Twitter, Inc. Em um dia histórico para a internet, a decisão da maioria dos acionistas foi favorável à proposta de Musk, e a empresa agora será integralmente do CEO da Tesla e SpaceX.

A oferta de Musk pelo Twitter a princípio foi rechaçada pelos executivos da rede social. A empresa adotou um mecanismo, conhecido como ‘poison pill’ (ou pílula do veneno, numa tradução livre) para dificultar sua compra.

Por esse mecanismo, as ações da empresa são diluídas de maneira automática sempre que um grande acionista atinge uma participação muito grande na companhia.

Entretanto, de acordo com informações do jornal O Globo, no último fim de semana tudo mudou quando Musk conseguiu um financiamento de US$ 46 bilhões para viabilizar sua oferta. Anteriormente, o homem mais rico do mundo havia levado três negativas tentando obter crédito para comprar o Twitter.

O banco Morgan Stanley e outras instituições financeiras, segundo Musk, estariam dispostos a oferecer o crédito para a aquisição, no valor de US$ 25 bilhões. O restante viria da fortuna do próprio empresário.

Segundo informações do canal de tecnologia do UOL, a compra agora foi oficializada no valor estimado de US$ 44 milhões.

“Retorno triunfal de Donald Trump”, “Liberdade de expressão plena”, “A lamentável ascenção da extrema-direita”, “O fim da lacração”, esses são alguns dos tópicos que começam a ferver na rede social que agora pertence ao que é considerado por muitos como um dos mais ferrenhos militantes a favor da liberdade de expressão.

Os últimos dias foram de forte pressão contra o bilionário que é um usuário com grande atividade na rede social. Elon Musk tinha feito muito menos do que hoje, e no entanto pôde sentir a “fúria” de Jeff Bezos, por meio do jornal o qual é proprietário. Isso porque o Washigton Post, adquirido pelo dono da Amazon basicamente surtou, publicando um artigo onde dizia que “era um perigo para a liberdade de expressão” ter um bilionário como Musk sendo proprietário do Twitter.

Twitter: ações da rede social dispararam no início desta segunda.

Musk, que conta com mais de 80 milhões de seguidores e usa sua conta para fazer vários anúncios, tem questionado como o Twitter lida com a liberdade de expressão. No final de março, o executivo chegou a perguntas – no próprio Twitter – se uma nova plataforma seria necessária para manter essa liberdade.

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento, e o Twitter é a praça da cidade digital onde são debatidos assuntos vitais para o futuro da humanidade”, disse Musk em comunicado recente.

Bret Taylor, executivo da rede social, confirmou o acordo em seu perfil:

As negociações sobre o acordo, que na semana passada pareciam incertas, aceleraram no fim de semana depois que Musk se aproximou dos acionistas do Twitter com detalhes financeiros de sua oferta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta