Se conecte com a gente

Aconteceu

Chief conta que agência distribuiu release pronto para o difamar: “É muito orquestrado”

Streamer foi convidado por Monark, que afirmou ter sido injusto com ele na abordagem no Flow Podcast.

Publicado

no

O podcast Monark Talks recebeu, na tarde deste domingo (01), o streamer Chief para uma conversa com Monark. No episódio 16 do podcast, o streamer falou, entre outras coisas, sobre o episódio em que ambos foram cancelados.

Enquanto Monark reafirmou não ter defendido o nazismo em nenhum momento, apenas o direito de seus defensores se expressarem, Chief aproveitou para esclarecer que não teve absolutamente nada a ver com o tweet de seu colega de streaming, além de contextualizar falas que foram recortadas de forma capciosa no compilado de vídeos feito para o caluniar.

O streamer Chief, criador da extinta Xbox Mil Grau.

A conversa iniciou com Monark dizendo que se arrependeu da forma em que conduziu o episódio que recebeu Chief no Flow Podcast em 2020.

No episódio transmitido ao vivo com exclusividade no Rumble, Monark disse não ter sido justo ao mirar seus argumentos contra o streamer em sua abordagem no podcast em que era host.

“Me arrependo um pouco da forma como eu conduzi aquele episódio porque eu não tinha entendido a 100% como o cancelamento funcionava”, disse Monark sobre o episódio 139 do Flow Podcast.

Relembrando o tweet de Henrique Martins, o streamer Capim, Chief disse que o meme que foi o vetor para a onda de cancelamento foi interpretado de forma racista porque assim seus desafetos quiseram que fosse, mas que poderia também ter sido interpretado como uma crítica social, e fez analogia a forma como o nível de dificuldade é escolhido no jogo South Park™: The Fractured But Whole.

Monark reconheceu ter sido injusto na abordagem com Chief no Flow Podcast.

Pra quem não se lembra, o meme compartilhado por Henrique Martins mostra duas imagens. Enquanto na da esquerda está a foto de uma manifestação do grupo marxista antirracista Black Lives Matter, na da direita estão dois astronautas brancos com os dizeres: “o que pessoas negras estão fazendo hoje”, e “o que pessoas brancas estão fazendo hoje” respectivamente escritos.

Tweet de Henrique Martins foi o vetor para os ataques à extinta Xbox Mil Grau.

Chief disse que o meme poderia ser interpretado de modo a entender que os negros ainda precisam ter o trabalho de ter que se manifestar contra o racismo em protestos, enquanto que brancos sequer precisam se preocupar com isso.

No jogo lançado em 2017 pela Ubisoft, o nível de dificuldade é determinado a partir da cor da pele do personagem. Quanto mais escura, mais difícil. Na analogia, o streamer da extinta Xbox Mil Grau argumentou que o recurso implementado no jogo pode ser interpretado de forma racista, mas que também pode ser uma crítica social, dizendo como a desigualdade social comprova que negros têm uma vida mais difícil.

Seleção do nível de dificuldade no game South Park™: The Fractured But Whole, lançado em 2017 pela Ubisoft.

De fato a interpretação no game da Ubisoft é dúbia. Em uma gameplay postada em seu canal, o youtuber BRKsEDU classificou como ‘bizarro’ o recurso no jogo, enquanto um de seus inscritos notou que a escolha da cor de pele como nível de dificuldade, gera uma reflexão de modo a dizer que a vida de um negro é mais difícil e que se tem menos coisas na vida, da mesma forma que é no jogo.

Ao longo da conversa, Chief relembrou também o motivo pelo qual criou a extinta Xbox Mil Grau, e falou a respeito de ter um posicionamento mais conservador à direita, o que acredita ter sido o motivo principal para que jornalistas da mídia mainstream tenham nutrido ódio por ele.

De acordo com Chief, um conhecido seu, editor de um site sobre PlayStation, compartilhou com ele a informação de que recebeu de uma agência, um release com informações prontas para o difamar perante a comunidade. O streamer fala que no conteúdo enviado para diversos sites, havia um texto com uma espécie de biografia difamatória, o qual ele era classificado como dono de uma comunidade tóxica, entre outras mentiras.

O streamer criador da extinta Xbox Mil Grau falou ainda a respeito do inquérito com as denúncias que fizeram contra ele, mas que foi arquivado por falta de provas. Na conversa com Monark, Chief reafirmou a informação dada com exclusividade à Curiozone em 2021, de que não pretende deixar barato e seguir adiante na justiça, para processar todos os que o caluniaram.

O episódio 16 do Monark Talks fica disponível na íntegra em vídeo no Rumble, e em áudio nas plataformas digitais como Spotify, e Google Podcasts.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta