Se conecte com a gente

Aconteceu

Influenciadora diz ter feito sexo com funcionários da Meta para recuperar seu Instagram

Publicado

no

Uma influenciadora de conteúdo adulto que foi bloqueada no Instagram afirma ter inventado uma maneira lasciva de restaurar sua conta: fazendo sexo com funcionários da Meta (empresa controladora do Instagram, WhatsApp e Facebook).

A pornógrafa amadora, conhecida como Kitty Lixo no Instagram e OnlyFans, deixou cair a alegação escandalosa no podcast “No Jumper”.

“Tudo o que você precisa fazer é ter alguém muito, muito parecido com você”, explicou a influenciadora em entrevista ao podcast de Adam John Grandmaison.

No clipe chocante, que conta com mais de 900 mil visualizações, com a legenda: “Como recuperar seu Instagram se ele for excluído”, Kitty afirmou que dormiu com vários trabalhadores do Meta depois que sua conta do Instagram foi “desligada três ou quatro vezes”.

Influenciadora diz ter feito sexo com funcionários da Meta para recuperar seu Instagram.

A confidência veio após Kitty ser perguntada sobre a coisa mais promíscua que já fez. A jovem afirmou ter um amigo que a ensinou basicamente como é o processo de quando fecham sua conta do Instagram, além de quais departamentos na empresa determinados funcionários trabalham, e no que especificamente exercem suas funções.

Em posse da informação, a influenciadora conta que foi por meio de uma conta de backup (também direcionada ao público +18), que ela conseguiu encontrar funcionários da empresa, em Los Angeles.

“Nós nos encontramos e eu transei com alguns deles e consegui recuperar minha conta duas ou três vezes. Porque, para recuperá-lo, se eles negarem você na primeira vez, basicamente, o que uma pessoa precisa fazer é continuar tentando”, confidenciou.

Segundo Kitty, é necessário que alguém ajude você no departamento específico para que você recupere sua conta, acrescentando que é tudo uma questão de ter “alguém internamente para apoiar você”.

Não ficou claro o motivo pelo qual a conta de Kitty Lixo foi banida. Contudo, de acordo com informações do site DailyDot, a influenciadora adulta já vinculou sua conta OnlyFans na página, e a publicidade de sites pornográficos é proibida pelas diretrizes da comunidade Meta.

A reportagem do jornal New York Post entrou em contato com a Meta para comentar a respeito do caso, mas não houve retorno até a publicação da matéria.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta