Se conecte com a gente

Aconteceu

Mesbla, loja de departamentos que vendia armas de fogo nos anos 90, volta a funcionar

O que a Havan é hoje, a Mesbla foi um dia; loja voltou em formato online de marketplace

Publicado

no

Não é só o possível retorno do Orkut que está movimentando a nostalgia dos brasileiros. A loja de departamentos Mesbla, ícone do segmento no século passado, mas que entrou em falência nos anos 90, anunciou seu retorno nas redes sociais e com uma propaganda cobrindo o metrô do Rio de Janeiro, nesta semana.

Marketing do retorno das lojas Mesbla, no metrô do Rio de Janeiro.

Os novos donos negociaram o direito exclusivo ao uso do nome e a volta da marca está limitada às vendas online.

O site da Mesbla funciona como um marketplace, em que outras marcas podem expor e vender seus produtos, e divide-se nas categorias de roupas de cama, eletrônicos, eletrodomésticos, móveis, informática e livros. A marca não tem intenção, por ora, de abrir lojas físicas novamente, funcionando apenas no endereço mesbla.com.

Em Belo Horizonte, a Mesbla ocupou a esquina da rua Curitiba com a avenida Afonso Pena e tornou-se uma das referências da paisagem do Centro. Ainda hoje, o edifício onde ela operava tem o nome da marca. Nos anos 90, a loja vendia até mesmo armas de fogo.

Os novos donos da Mesbla, os sócios Marcel Jeronimo e Ricardo Viana, afirmam ter investido cerca de meio milhão de reais para lançar a plataforma de comércio.

A Mesbla foi fundada em 1912, no Centro do Rio de Janeiro, como filial de uma empresa de máquinas e equipamentos francesa. Em 1924, ela se tornou autônoma e, nos anos 80, com lojas que raramente tinham área inferior a 3.000 m², empregava dezenas de milhares de pessoas em todo o país.

Após o Plano Real, em 1994, seu declínio se acentuou, com uma dívida bilionária, e, em meados de 1999, decretou a falência. Os planos de retorno da Mesbla vêm desde 2010, quando a empresa já ensaiava uma volta online.

“Uma nova história para toda vida”, diz o slogan da campanha de retorno da Mesbla — a marca era conhecida, antes, pela frase “Prazer em servir”. A nova chamada da marca tocou a nostalgia dos consumidores, que deixaram mensagens movimentaram as redes sociais e lembraram outros fenômenos e cenários marcantes do último século que estão de volta, como a telenovela “Pantanal” e a inflação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta