Se conecte com a gente

Aconteceu

Netflix é processada pelos próprios acionistas por enganar o mercado; entenda o caso

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

Os acionistas da Netflix se revoltaram com os últimos resultados da companhia e decidiram processá-la. De acordo com informações da agência Reuters, os investidores acusam a gigante do streaming de enganar o mercado com a apresentação de projeções “excessivamente otimistas” sobre seu crescimento.

A denúncia foi protocolada no Tribunal de Justiça da Califórnia, nos Estados Unidos, na última terça-feira (3).

“Como resultado de atos ilícitos e omissões dos réus [Netflix e executivos da empresa], e do declínio vertiginoso no valor de mercado dos títulos da companhia, o autor e outros membros da classe sofreram perdas e danos significativos”, afirmaram os advogados dos acionistas em um material divulgado pelo The Hollywood Reporter.

Segundo os acionistas, Spencer Neumann, diretor financeiro da Netflix, disse que “durante o trimestre, o negócio permaneceu saudável como esteve ao longo do ano, com a taxa de cancelamento em níveis baixos”. Além disso, a empresa tinha como meta ganhar 2,5 milhões de assinantes no início de 2022.

Marc Bernays Randolph, o empresário americano de tecnologia, consultor, palestrante e defensor do meio ambiente co-fundador e primeiro CEO da Netflix.

Porém, no balanço divulgado em 19 de abril, a verdade veio à tona e a Netflix admitiu que tinha perdido 200 mil assinantes ao redor do mundo –primeiro resultado negativo deste indicador desde outubro de 2011.

E, para piorar, a companhia projetou uma perda de mais 2 milhões de usuários no atual trimestre. Com isso, as ações da Netflix derreteram, com uma queda superior a 25% na Bolsa de Valores de Nova York.

“Como resultado dessas declarações materialmente falsas, enganosas e/ou com falhas na divulgação, os títulos da Netflix foram negociados a preços inflacionados artificialmente”, reforçaram os advogados.

Questionada pelo jornal norte-americano, a Netflix se recusou a comentar o assunto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta