Se conecte com a gente

Aconteceu

Homem morre com parte do corpo derretido ao cair em tonel de ferro fundido a 1400°C

Publicado

no

Um homem morreu após cair em um tonel de ferro fundido, de acordo com legista. Steven Dierkes, de 39 anos, estava coletando uma amostra de crisol (também conhecido como cadinho, um recipiente em forma de pote) a 1.400°C quando tropeçou e caiu, morrendo instantaneamente. Segundo uma reportagem do jornal New York Post, um colega de Steven, que trabalhava na Caterpillar’s Mapleton Foundry, em Illinois (EUA), afirmou que metade do corpo do homem ficou fora do contêiner.

O funcionário tinha três filhas. A família se lembra dele como um “um ursinho de pelúcia trabalhador” que “adorava absolutamente” suas filhas, de 12, 5 e 4 anos, e a esposa, Jessica Stutter.

De acordo com o informativo local Peoria Journal Star, da cidade natal de Steven, a polícia descarta crime no trágico acidente, ocorrido na manhã de 2 de junho. Porém foram levantadas preocupações sobre a segurança na fundição, onde outro trabalhador morreu em dezembro do ano passado depois de descer de uma escada e cair de 6 metros num buraco no chão.

Steven Dierkes, de 39 anos, morreu ao cair em tonel de ferro fundido.

Um funcionário disse que Steven “estava lá havia apenas cinco dias” e não tinha treinamento suficiente para estar no local, de acordo com o “World Socialist Web Site”.

A instalação foi multada em US$ 5.750 (cerca de R$ 28 mil) pela Administração de Segurança e Saúde Ocupacional (OSHA) por uma violação de segurança em 2020, em virtude de falha nos “sistemas de proteção contra quedas e objetos em queda”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta