Se conecte com a gente

Aconteceu

Johnny Depp vence processo e Amber Heard é considerada responsável por difamação

Ator venceu em todas as acusações contra Amber, porém também foi condenado a pagar indenização de US$ 2 milhões à atriz por falas de Adam Waldman, advogado que o representava.

Publicado

no

Foram seis semanas de espera até que finalmente nesta quarta (01), o julgamento do caso Johnny Depp vs. Amber Heard teve um veredito. Como você bem sabe, o nome do ator ficou manchado por anos após Amber Heard, sua ex-mulher, tê-lo acusado de agredi-la fisicamente. Depp, que agora é considerado inocente após inúmeras provas apresentadas, decidiu se levantar e pôr um fim nessa história.

Johnny Depp no tribunal.

Por muitos anos, o intérprete de Jack Sparrow em ‘Piratas do Caribe’ viu seu nome manchado. A gota dágua, no entanto se deu por um artigo publicado em dezembro de 2018 no Washington Post, onde a atriz alegava ter sido vítima de violência doméstica. Foi ele que gerou a revolta em Depp, que a processou por difamação.

De acordo com informações do portal G1, a petição inicial de Johnny Depp foi de US$ 50 milhões. Na argumentação, o ator afirmou que foi boicotado em Hollywood perdendo milhares de papéis em filmes e séries após as acusações de violência doméstica que partiram de Amber Heard.

Ator Johnny Depp no tribunal contra Amber Heard; caso chamou atenção do mundo inteiro.

Uma curiosidade a respeito do caso, é que o vídeo mais popular usando sua hashtag de defesa a Johnny Depp já passou da marca de 15 bilhões de visualizações.

Amber, contudo, não estava apenas recebendo as acusações. De acordo com informações do UOL, a atriz também decidiu se posicionar pedindo inicialmente uma retratação de US$ 100 milhões. Segundo Amber, seu papel como Mera em “Aquaman 2” ao lado de Jason Momoa foi minimizado depois que Depp supostamente a difamou. A atriz afirmou aos jurados que quer seguir em frente com sua vida e se concentrar em sua filha, Oonagh Paige Heard, mas não pode porque Depp continua processando-a.

Amber Heard no tribunal, também contra Johnny Depp; atriz pediu retratação.

Conforme mostra a reportagem da BBC, o veredito foi lido às 15 horas (horário local) e o ator venceu o processo de difamação movido contra Heard, baseado em um artigo escrito por ela em 2018 para o jornal “The Washington Post”, no qual ela se descreveu como uma “figura pública que representa abuso doméstico”. Embora Depp não tenha sido citado, ele afirmava que isso teria lhe custado papéis lucrativos no cinema.

Pesando as alegações, a decisão final do júri considerou que os dois difamaram um ao outro. Contudo, o pagamento de indenização da atriz será maior. Enquanto ela deverá pagar US$ 15 milhões a Johnny Depp, ele deverá pagar US$ 2 milhões a ela.

O julgamento como um todo se tornou um evento midiático. Além da cobertura global sobre os depoimentos e a participação de personalidades da indústria cinematográfica, inúmeros de fãs de Depp têm comparecido ao Tribunal do Condado de Fairfax. Com eles, estão diversos cartazes em apoio ao astro de “Piratas do Caribe”. O tribunal permite a presença de até 100 espectadores por dia nas sessões, sendo que as pessoas são escolhidas por ordem de chegada.

Publicidade
Publicidade

Em Alta