Se conecte com a gente

Aconteceu

CNN Brasil realiza corte de custos, revolta jornalistas e vive crise nos bastidores

Publicado

no

Uma verdadeira crise está a tomar conta dos bastidores da CNN Brasil. O canal de notícias fundado pelo mecenas do Atlético-MG, Rubens Menin, antes era um verdadeiro sonho entre os jornalistas. Agora, pouco mais de dois anos após estrear no país, o projeto já não é visto com entusiasmo.

De acordo com uma reportagem do site Notícias da TV, decisões internas são alvo de reclamações pelos apresentadores. Além disso, para cortar custos de produção, o canal reduziu o número de horas ao vivo, o que acaba refletindo na audiência. Segundo a reportagem do site especializado em TV, o canal fechou com 0,14 ponto ficando atrás da Jovem Pan com seu 0,16, e que perde apenas para a GloboNews no panorama geral, que fica com 0,47.

Profissionais insatisfeitos com os rumos que a CNN Brasil está levando, procuram emprego na concorrência para sair do canal o quanto antes. São pelo menos cinco casos, entre repórteres, editores, e inclusive um apresentador, que procuraram GloboNews e Band, e o que se comenta internamente é que só fica na CNN os que não têm outro trabalho no gatilho.

Rubens Menin, fundador da CNN Brasil.

Desde o início do mês, demissões têm sido realizadas em diversos setores. A empresa teve que mandar embora pelo menos quatro profissionais, nas áreas de edição, reportagem e mídias digitais.

Entre os nomes de peso que já passaram pelo canal estão Evaristo Costa, Alexandre Garcia e Carla Vilhena. O repórter Cassius Zeilmann virou notícia após divulgar seu currículo nas redes sociais, pedindo emprego.

Questionada a respeito da crise nos bastidores, a CNN Brasil enviou um comunicado onde se limitou a dizer que não comenta essas questões: “A CNN Brasil não comenta contratos específicos de profissionais e reitera a confidencialidade dessas relações”. A reportagem insistiu que fosse feito um posicionamento sobre todos os pontos citados no texto, todavia não houve resposta complementar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta