Se conecte com a gente

Aconteceu

Disney muda o nome de “fadas madrinhas” para “aprendizes” para ser neutra sobre gênero

Não, isso não é um episódio de South Park.

Publicado

no

A Disney adotou mais uma medida em prol da “inclusão” que repercutiu nas redes sociais. Se no ano passado a companhia mudou a sua saudação de “senhoras e senhores” e “meninos e meninas” para “sonhadores de todas as idades”, como uma ação para promover a compreensão de todos os gêneros, dessa vez ela anunciou que vai abandonar o termo “fada madrinha” e substituí-lo por “aprendizes”. As informações são da CNN.

Uma publicação compartilhada no blog da Disney afirma que a mudança visa incluir funcionários que “podem não se identificar com o gênero feminino”.

“Membros do elenco que podem não se identificar como mulheres ainda podem fazer parte do processo de vestir e estilizar as crianças sem precisar se referir a si mesmos como uma personagem feminina da Disney”, diz parte do texto.

A expressão com o gênero neutro deve entrar em vigor em seus parques temáticos a partir de agosto, quando as boutiques do Walt Disney World e da Disneylândia abrirão para o público novamente.

De acordo com a Disney, o termo “fada madrinha” costumava ser usado para se referir aos funcionários que trabalham nos salões. Eles ajudam as crianças a se vestirem com roupas de princesas, cavaleiros e outros personagens.

Mickey e Minnie, personagens da Disney.

Nas redes sociais, alguns usuários ironizaram a mudança. Em uma publicação no Twitter, um deles sugeriu que um termo “mais neutro” seria chamá-los de “fadas que dão à luz”.

Outro recomendou que a companhia abandonasse os personagens de ratos, patos e cachorros para “aqueles que não se identificam como animais”. Um terceiro ainda relacionou uma possível queda nas ações da Disney com a forma “ousada” como a companhia tem lidado com determinadas questões.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta