Se conecte com a gente

Aconteceu

Carnaval adiado encalha na Globo e se torna fracasso comercial de R$ 200 milhões

Publicado

no

Na próxima semana acontecem as transmissões dos desfiles das escolas de samba. Contudo, o que poderia ser, como todos os anos, mais um sucesso comercial, acabou sendo um fracasso. De acordo com informações do site Notícias da TV, somente uma cota comercial foi vendida para o evento na emissora, que busca agora, com muita dificuldade, negociar as outras cotas até o último segundo.

A previsão, segundo a reportagem, é de um prejuízo que passa da casa dos R$ 200 milhões. Ao todo, a Globo colocou para venda, seis cotas comerciais no valor de R$ 42,2 milhões cada, o que significa que a expectativa de faturamento era de R$ 253 milhões somente com essa venda. Embora existam descontos generosos na negociação de mais uma cota para ser vendida, as conversas, porém, não estão tão avançadas.

O principal motivo de rejeição, conforme apurou a reportagem, seriam as datas reduzidas de exposição. O adiamento de fevereiro para abril, fez com que os desfiles, que tinham quatro, agora tenham apenas dois dias (uma vez que as escolas de São Paulo e Rio de Janeiro tomarão a avenida nos mesmos horários em 22 e 23 deste mês).

Carnaval fora de época fez Globo promover mudanças na grade.

A Globo, por sua vez, foi irredutível e manteve o preço tabelado de 2019 e 2020, por exemplo, na hora da negociação das cotas. Ou seja, o preço cobrado continuava sendo para exposição de quatro dias, quando na verdade agora serão apenas dois. O retorno para as empresas não vai ser o mesmo em nenhuma ocasião.

Outro fator que pesa na hora do impasse das empresas é a questão do horário. Os desfiles começarão após as 23h na TV aberta, depois da reta final da edição 22 do BBB. E as datas coincidem com o feriado prolongado de Tiradentes, o que contribui para uma estimativa de audiência mais baixa dos últimos tempos.

Carnaval: transmissão dos desfiles das escolas de samba é exclusividade da Globo.

Nos últimos anos em que o evento aconteceu, os desfiles, tanto de São Paulo como do Rio de Janeiro, eram transmitidos para toda a rede. Este ano, contudo, as transmissões ocorrerão em um esquema diferente: as escolas do Rio de Janeiro, terão seu desfile transmitidos para toda a rede, mas não para São Paulo, e as paulistas somente para São Paulo.

Os desfiles das escolas de samba serão apresentados por Alex Escobar e Maju Coutinho no Rio de Janeiro e Chico Pinheiro e Michelle Barros em São Paulo. A direção da transmissão do Rio neste ano será feita pelo núcleo do mesmo diretor do reality Big Brother Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta