O que acontece quando se criam impostos para os mais ricos?

Todo mundo um dia já parou pra pensar em soluções para problemas que envolvem a crise no Brasil. Algum dia você com certeza já deve ter pensado: "Se o Brasil está em crise, por que o governo não imprime mais dinheiro e acaba com o problema?" Mas tudo não passa de uma mera ilusão.

Como seria se a Terra tivesse anéis assim como Saturno?

Nossa visão do céu seria bem diferente. A exemplo de Saturno, os anéis estariam entre 7 mil e 80 mil km acima da superfície, posicionados acima da Linha do Equador. Vem ver mais.

Mulheres que abortam têm mais chances de cometer suicídio, segundo estudo

Mulheres que fazem abortos também têm quase o dobro de risco de desenvolver problemas mentais em comparação com as demais pessoas, segundo estudo.

30 curiosidades que você não sabia sobre os cachorros

Será que você conhece tanto assim sobre os cachorros? Veja nosso artigo

Fumar maconha apenas 5 vezes na adolescência já aumenta risco de psicose, segundo estudo

Fumar maconha pode não ter os mesmos efeitos para todo mundo e, quando o início do hábito começa na adolescência, é ainda mais prejudicial.

23/04/2018

As trollagens mais absurdas e retardadas feitas por YouTubers que surpreendentemente renderam muitas views

O YouTube definitivamente abriu as portas para um novo mundo, um mundo de conhecimento, entretenimento... Enfim, uma verdadeira alternativa a mídia tradicional. Porém, com o crescimento e democratização da plataforma, consequentemente também cresceu o número de absurdos que o ser humano pode fazer. Na coluna Deu No YouTube de hoje, você vai ver as trollagens mais absurdas e retardadas feitas por youtubers que surpreendentemente renderam muitas visualizações.


Pra começar a nossa lista temos uma trollagem extremamente absurda, esse youtuber realmente acha que brincar de suicídio é legal. Tudo por alguns inscritos, mas parece que pra ele vale a pena.


Seguindo a lista, continuamos agora com esse canal que realmente acreditou que é legal brincar de desaparecer com o próprio filho. Aparentemente nada o diverte mais do que ver a própria mulher chorando a perda do único filho. Olha meu amigo, você está de parabéns!


A próxima trollagem faz todo sentido só pela thumb, afinal de contas um liquidificador pegando fogo ao lado da cama é algo realmente assustador, não?


O próximo é incrível. Trollar a tia dizendo que tá afim dela é algo que... Pera, quem é que faz isso? Aparentemente, os youtubers.


E na sequência seguimos com os sucessos Caguei na minha namorada Vol. 1 e...


Caguei minha namorada Vol. 2


E esse canal é dono de outros clássicos incríveis como:






A próxima trollagem vem até com DIY, ou seja, ensina o passo a passo de como fazer!



Olha, depois dessa... Nós só gostaríamos de agradecer ao Gemaplys, que através de seus vídeos, nos ajudou a fazer essa curadoria e criar essa lista divertida pra você. A lista que fizemos foi só um resumo do vídeo que ele fez e você pode assistir na íntegra abaixo (obviamente que o título é irônico):

13/04/2018

Grupo tenta roubar banco no Chile imitando série ‘La Casa de Papel’ mas acaba se dando muito mal

Uma tentativa de assalto ousada, digna de um roteiro de filme, foi interceptada pela polícia chilena, em Maipú, bairro de Santiago, capital do Chile. Inspirados na série ‘La Casa de Papel’, um grupo de 10 bandidos, vestindo macacões vermelhos, tentou explodir um caixa automático.

De acordo com o jornal La Cuarta, os criminosos da vida real tentaram imitar a ficção, mas se deram mal. Eles não tiveram tempo de levar o dinheiro, porque o sistema de segurança foi acionado e a polícia chegou em um minuto.


Durante a fuga, eles trocaram tiros com os agentes. Um dos ladrões foi baleado e precisou ser socorrido para o hospital. Pelo menos dois suspeitos foram presos.

O caso ganhou repercussão e o canal Antena 3, que transmite a série, noticiou o caso. “A influência de La Casa de Papel chega a níveis impensáveis”, comentou o canal de televisão espanhol no twitter.


Fonte: EXAME

11/04/2018

Segundo pesquisa do IBGE, cerca de 22% da população no Brasil ainda vive abaixo da linha da pobreza, ou seja, a miséria

R$ 13,00. Segundo o IBGE, é isso que um em cada quatro brasileiros tem por dia para sobreviver. É uma realidade enfrentada por 52 milhões de habitantes, o equivalente a quase toda a população do nordeste. Nesse grupo, muita gente vive com ainda menos: 13 milhões e 350 mil habitantes (mais do que a população da cidade de São Paulo) tem apenas R$ 4,45 para sobreviver diariamente. 


Os dados são da síntese de indicadores sociais do IBGE relativos a 2016, e como 2017 foi o pior ano da crise, muita gente que perdeu o emprego até hoje luta para se recuperar.

Douglas Moraes, auxiliar de pedreiro é um deles. Douglas compareceu a uma agência do Sine no Rio de Janeiro, em busca de uma vaga, mas ainda não foi desta vez. 


"Eu espero voltar com a carteira assinada e poder fazer o Natal e um ano novo pra família, 'mais tranquilo'", diz Douglas.

Na prática, é como se cada pessoa desse grupo vivesse, ao longo de um mês, com valor insuficiente para pagar um tanque de 50 litros de gasolina no Estado de São Paulo - R$ 192,40, na média, conforme a pesquisa mais recente da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Ou com o equivalente a um terço do preço da cesta básica do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) em São Paulo, de R$ 423,23.

Dados do Banco Mundial apontam que, em 2015, 4,34% da população, ou 8,939 milhões de pessoas, viviam abaixo da linha de US$ 1,90 por dia. Com a economia já em recessão, o contingente de extremamente pobres cresceu em 1,465 milhão de pessoas em relação a 2014, quando 3,66% dos brasileiros viviam abaixo dessa linha.


Nas contas de Marcelo Neri, ex-presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pesquisador do Centro de Políticas Sociais da Fundação Getulio Vargas (FGV Social), 2016 foi o “fundo do poço” da pobreza. Usando dados também da Pnad e da Pnad-C, mas uma linha de renda mínima diferente, a equipe da FGV estimou que, após subir 9,95% em 2016, o número de extremamente pobres recuou 4,48% neste ano, até setembro, com o avanço na renda, impulsionado pela forte queda na inflação.

A queda começou em 2015, quando o contingente de pessoas abaixo da linha de pobreza da FGV saltou 19,33%. “Uma parte disso foi a inflação muito alta com o (benefício do) Bolsa Família congelado. (Em 2015,) A pobreza subiu pelo mesmo canal por que caiu”, disse Neri.

Fonte: Band
 

Copyright © 2017 Curiozone // Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas de seus respectivos proprietários