Se conecte com a gente

Aconteceu

Grupo LGBTQIA+ vai à Justiça exigir que Douglas Luiz da Seleção Brasileira use camisa 24

Também foi pedido que a CBF seja multada em R$ 460 mil se descumprir a ordem.

Publicado

no

O episódio da camisa 24 no Brasil ganhou novos desdobramentos após a ação que questionava a CBF sobre a ausência do número nas camisas ter sido arquivada. Pra quem não sabe, na última semana, a CBF respondeu os questionamentos da Justiça, em uma ação movida pelo “Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT”, dizendo que a ausência se dava por “mera liberalidade”. A entidade informou que “optou-se pelo número 25. Como poderia ter sido 24, 26, 27, 28…”.

Após o arquivamento, porém, o grupo LGBTQIA+ insistiu no tema e iniciou um novo processo. O de agora, segundo informações da ESPN, exige que o volante Douglas Luiz use a camisa 24 ao invés da 25 na final da Copa América, que acontecerá neste sábado, contra a Argentina, com transmissão exclusiva do SBT.

Na ação, o “Grupo Arco-Íris” pede que seja concedida liminar que obrigue a CBF a mudar o número do uniforme de Douglas Luiz para a última partida da competição sul-americana, que acontecerá às 21h (de Brasília), no Maracanã.

Ainda de acordo com a reportagem da ESPN, também foi pedido que a CBF seja multada em R$ 460.000,00 no caso de descumprimento da ordem, se a liminar for concedida até a hora do jogo, e que seja feito um “pedido público de desculpas” por promover uma “posição institucional discriminatória”.

O Brasil é o único time que não tem um camisa 24 na competição, enquanto todas as outras seleções inscreveram um atleta com essa numeração. No caso do time canarinho, a contagem “pula” do 23 (Ederson) para o 25 (Douglas Luiz).

Vale lembrar que, no Brasil, o 24 está associado ao veado no Jogo do Bicho, o que faz com que o número tenha conotação homofóbica. Por outro lado, o número 11, outro com conotação jocosa por ser “um atrás do outro”, é utilizado normalmente.

Publicidade
1 Comentário

1 Comentário

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta