Se conecte com a gente

Curiosidades

Por que temos a ilusão de ouvir vozes chamando quando a música está alta?

Culpa do seu cérebro. Sua mãe não está te chamando… Pelo menos, não sempre que você ouve com música alta.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

Pode admitir: se você vive com fone de ouvido no volume alto quase 100% do tempo, é certo que você ouve pessoas te chamando. Isso não acontece só com você.

Um meme que foi feito e viralizou no YouTube em 2015, ajuda um pouco a entender o motivo pelo qual seu cérebro é capaz de inventar sons onde eles não existem.

Naqueles anos, músicos pegavam músicas pop e convertiam os arquivos MP3 pra um formato de arquivo chamado MIDI. O MIDI pra quem não sabe, é tipo o arquivo .docx das partituras. Você toca uma nota Ré no teclado e o Ré, na mesma hora, aparece na tela do PC lá na partitura. Em seguida é só dar o play nessa partitura e ouvir o Ré com sons sintetizados.

Sintetizador conectado a um rack para gerar MIDI no computador.

O problema de converter um MP3 para MIDI em vez de você mesmo “digitar” a partitura, é que seria o mesmo que pedir para uma máquina transcrever uma pessoa falando. Ou seja, o computador não tem a capacidade interpretativa do nosso cérebro, transformando apenas cegamente cada frequência detectada numa nota. O resultado? Uma maçaroca que lembra muito vagamente a música original.

A graça do meme é que o seu cérebro, conhecendo a música e vendo cenas do clipe, reconhe essas frequências gerando a ilusão de que você ouve, naquele momento, os vocais originais no MIDI, onde eles não existem mais.

Quer ver só do que a gente tá falando? Dá só uma olhada nesse exemplo da música que toca no Shrek (ou no filme Tá Todo Mundo Louco), mas cuidado, a cacofonia é grande por isso, vai com calma no volume:

Viu? Engraçado né? Um pouco desconfortável mas, pelo menos pra galera aqui da redação, foi engraçado. Só que chega de papo furado, a grande questão é: o que isso tem a ver com as vozes que ouvimos quando estamos com o fone de ouvido em volume alto? Simples, uma coisa bem parecida acontece quando as frequências de uma música nos seus fones, por acidente, lembram as da sua mãe gritando “tá pronto, vem almoçar!”. O seu cérebro, ávido por padrões, preenche as lacunas e gera o chamado fantasma.

A audição humana não é só um processo “mecânico”, ela envolve um bom grau de interpretação e predição por parte do sistema nervoso.

Só que aqui vai um alerta da equipe da Curiozone nada de ficar ouvindo música alta por muito tempo, hein?

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta