Se conecte com a gente

Aconteceu

JBS é alvo de ataque hacker que pode causar escassez de carne

Empresa foi alvo de ataque hacker que pode prejudicar abastecimento de carne no mundo.

Publicado

no

Já pensou viver tempos em que a carne simplesmente sumiu dos açougues no supermercado? Esta é a realidade que o mundo pode enfrentar depois do ataque hacker sofrido pela processadora brasileira de carne bovina JBS, maior empresa do setor no mundo.

No último final de semana, um ransomware, vírus que sequestra o computador da vítima, acabou comprometendo todas operações da companhia em diversos países. O impacto foi tão grande, que segundo Brent Eastwood, CEO da empresa na Austrália, todas as unidades da companhia no país ficaram inoperantes por conta do ocorrido.

De acordo com informações do portal G1, além da Austrália, as operações em países como o Canadá e os Estados Unidos foram temporariamente fechadas, afetando milhares de trabalhadores e também o fornecimento de carne ao redor mundo. A empresa acredita que o ataque veio da Rússia.

JBS S.A. é uma empresa brasileira de Goiás, fundada em 1953. É uma das maiores indústrias de alimentos do mundo.

Pra quem ainda não faz a menor ideia, a JBS opera atualmente grandes marcas do setor de alimentos pelo mundo, como Swift, Friboi, Seara, Pilgrim’s e Moy Park. Esses e os demais negócios fazem a companhia ser a segunda maior produtora de alimentos do mundo e a maior de proteína animal. Por esse fato, o ataque pode levar à escassez de carne ou ainda aumentar os preços para os consumidores em diversos países.

Como a invasão influenciou também operações nos EUA, ao governo americano informou que o FBI está investigando o ataque. A porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse na terça-feira (1°) que as autoridades estão “se engajando diretamente com o governo russo neste assunto e passando o recado de que estados responsáveis não abrigam criminosos de ransomware”.

Açougue e carnes bovinas no supermercado.

Nesta quarta-feira (2), a JBS informou que obteve “progresso significativo” na resolução do ataque cibernético e espera que a grande maioria de suas fábricas esteja em operação ainda hoje. A empresa disse na segunda-feira (31) que suspendeu todos os sistemas de TI afetados assim que o ataque foi detectado e que seus servidores de backup não foram hackeados.

Um sinal de alívio é que segundo a empresa, apesar da invasão ter afetados os principais centros onde a empresa atua, as operações da empresa na América do Sul não foram interrompidas.

O que é um ransomware?

Apesar do Ransomware também ser um malware, ele não tem a capacidade de auto-replicação de um vírus. Enquanto a propagação de um vírus acontece de forma espontânea e sem controle, o Ransomware é um código malicioso distribuído via internet que criptografa, ou seja, bloqueia os arquivos de computadores por meio da exploração de vulnerabilidades encontradas nos sistemas operacionais.

Ransomware: um tipo comum de malware.

Assim que o ataque ocorre, o hacker exige da vítima o pagamento de um resgate em dinheiro (geralmente em criptomoedas) para descriptografar os dados e restaurar o acesso as informações.

A melhor forma de proteção, de acordo com especialistas em segurança da informação, é realizar periodicamente um backup de todos os arquivos e jamais pagar pelo resgate dos dados sequestrados, zerar todas as máquinas por meio de uma formatação e restaurar o backup dos arquivos salvos.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta