Se conecte com a gente

Tecnologia

YouTube começa a ocultar contagem de dislikes para ‘conter o assédio’ a criadores

Decisão da plataforma foi anunciada em um comunicado.

Publicado

no

Em um esforço para impedir os “ataques de antipatia” aos criadores, o YouTube disse que a partir desta quarta-feira (10 de novembro) começará a ocultar as contagens de antipatia do público. A mudança será implementada gradualmente em toda a plataforma.

De acordo com informações da revista Variety, no entanto, o botão de dislike permanecerá. Isso porque os ‘youtubespectadores’ ainda poderão perfeitamente manifestar sua insatisfação quanto ao conteúdo de um vídeo, o que influenciará o algoritmo de recomendação da plataforma, além de fornecer uma maneira de “compartilhar feedback em particular” com os criadores.

Os criadores ainda serão capazes de ver suas contagens exatas de antipatia no YouTube Studio “se quiserem entender como está o desempenho de seu conteúdo”, disse o YouTube em uma postagem de blog anunciando a atualização.

YouTube começa a ocultar contagem de dislikes para ‘conter o assédio’ a criadores.

Uma curiosidade interessante que vale ressaltar, é que três anos atrás, o próprio YouTube foi alvo do ataque de antipatia mais massivo de sua história. Para quem não se lembra, o YouTube Rewind de 2018 estabeleceu o recorde de maior antipatia de qualquer vídeo na plataforma, desencadeado por usuários que sentiram que a compilação de retrospectiva anual desprezou os criadores locais em favor de celebridades tradicionais como Will Smith, Trevor Noah e Marshmello. Depois de tanto tempo, ele ainda detém o recorde de vídeo do YouTube mais rejeitado (com mais de 19 milhões de polegares para baixo), seguido por “Baby Shark Dance”, de Pinkfong (mais de 14 milhões de comentários negativos), de acordo com os contadores públicos que logo serão descontinuados.

Há quem diga que as fortes rejeições em vídeos da Casa Branca com o atual governo sejam um motivo para isso. Contudo, a informação que circula pela imprensa, é a de que o YouTube decidiu parar de mostrar as contagens totais de aversão ao público com base nas descobertas de um teste de pequena escala que conduziu a partir de março de 2021. Nele, os dados mostraram uma redução no comportamento antipático para vídeos com contagens ocultas de antipatia, de acordo com o YouTube (um fenômeno que afeta desproporcionalmente pequenos criadores).

Durante o experimento, a plataforma também recebeu feedback de algumas pessoas que disseram confiar na contagem de antipatia do público para ajudar a decidir se assistem ou não a um vídeo.

“Sabemos que você pode não concordar com essa decisão, mas acreditamos que essa é a coisa certa a se fazer para a plataforma”, disse o YouTube na postagem do blog.

Outras plataformas de vídeo alternativas como o Odysee acabaram alfinetando a proposta do YouTube como uma forma de reprovação da iniciativa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta