Se conecte com a gente

Aconteceu

Após remover propagandas, site pirata de animes encerra atividades ao não receber doações

Anime Kisa recebia em torno de 20 milhões de acessos mensais.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

Após três anos, o site AnimeKisa comunicou o encerramento de suas atividades. O anúncio do portal de exibição pirata de animes, que recebia em torno de 20 milhões de acessos mensais, acontece após a remoção de propagandas e uma campanha de doações que se mostrou insuficiente em arrecadações ao longo do tempo.

Segundo informa o comunicado emitido pelo criador do site, as propagandas foram retiradas e uma campanha de doação foi criada. Contudo, embora houvesse doações, essas só foram capazes de prover financiamento para os recursos por alguns meses.

Comunicado exibido na página inicial do Anime Kisa, site pirata de exibição de animes.

Aos internautas órfãos, o anúncio feito na página incial do Anime Kisa sugere ainda outros sites onde é possível assistir animes, e alerta também a respeito de outros sites que copiam seu conteúdo, mas que podem ser nocivos aos visitantes.

Confira a íntegra do comunicado:

“Se você tem estado aqui por alguns meses, você provavelmente lembra de nós com uma campanha de doações. Desde que removemos os anúncios um ano e meio atrás (exceto os de terceiros que é impossível), a carteira do Anime Kisa secou. Graças as suas doações a gente conseguiu extender o Anime Kisa por alguns meses, foram 3 longos anos, mas foi bom enquanto durou, mas o AnimeKisa nunca irá voltar”, diz o anúncio.

Fóruns de animes na internet relatam que os anúncios foram retirados no início da pandemia, onde muitas pessoas começaram a ficar em casa e consumir mais este tipo de conteúdo. Outros usuários alertam para a importância de não utilizar bloqueadores de anúncios em sites piratas, ou mesmo blogs e sites de notícias que produzem um conteúdo que seja de preferência dos utilizadores, a fim de que possam continuar mantendo a estrutura na web, e permaneçam no ar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta