Se conecte com a gente

Aconteceu

Natação terá ‘categoria aberta’ para atletas transgêneros, diz federação internacional

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

Igualdade entre todos. É isso que pretende a nova proposta da Federação Internacional (FINA), que vai criar uma “categoria aberta” onde atletas transgêneros poderão competir na modalidade da natação.

De acordo com o anúncio feito por Husain Al-Musallam, presidente da FINA, a categoria receberá todos os atletas.

“A criação de uma categoria aberta significará que todos terão a oportunidade de competir em nível de elite. Isso não foi feito antes, então a Fina precisará liderar o caminho. Quero que todos os atletas se sintam incluídos em poder desenvolver ideias durante esse processo”, disse Al-Musallam.

Segundo informações do jornal O Globo, a criação desta categoria foi aprovada por 71,5% das pessoas aptas a votar. De acordo com a federação, a proposta foi colocada em votação após discussões feitas em um grupo de trabalho criado em novembro de 2021.

A entidade informou ainda que criará um novo grupo de trabalho que passará os próximos seis meses analisando as formas mais eficazes de configurar essa nova categoria: “Temos que proteger os direitos de nossos atletas de competir, mas também temos que proteger a justiça competitiva em nossos eventos, especialmente a categoria feminina nas competições da Fina”, disse Al-Musallam.

Em 2021, a Curiozone divulgou um estudo publicado no British Journal of Sports Medicine, em que foi comprovado que transgêneros têm vantagem nos esportes femininos. Desde então, a inclusão de transgêneros nas modalidades de esporte femininas vem sendo motivo de muitos debates no mundo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta