Se conecte com a gente

Aconteceu

Morre aos 84 anos, o apresentador e humorista Jô Soares, em hospital de São Paulo

Ele estava internado no hospital Sírio Libanês; causa da morte não foi divulgada.

Publicado

no

O apresentador, humorista, ator e escritor José Eugênio Soares, popularmente conhecido como Jô Soares, morreu às 2h30 desta sexta-feira (5), aos 84 anos. De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, o apresentador do programa ‘Jô Soares Onze e Meia’ do SBT, de 1988 a 1999, se encontrava internado no Hospital Sírio-Libanês desde 28 de julho, quando deu entrada para tratar de uma pneumonia.

A causa da morte não foi divulgada. O enterro e velório serão reservados à família e aos amigos, em data e local ainda não informados.

O anúncio da morte foi feito por Flávia Pedra, ex-mulher de Jô, e confirmada em nota pela assessoria de imprensa do hospital.

Jô nasceu no Rio de Janeiro em 16 de janeiro de 1938. Era o único filho do empresário Orlando Heitor Soares e da dona de casa Mercedes Leal Soares. Em entrevista ao Fantástico em 2012, Jô disse que “pelo fato de sempre ter sido gordo, preferia ser mais conhecido pelo espírito do que pelo físico”.

“Então, eu era muito, muito exibido. Sou muito vaidoso, nunca escondi isso. Qual é o artista que não é vaidoso? Todos. É uma profissão de vitrine de exibidos. Você nasce querendo seduzir o mundo”, disse, na ocasião.

Na infância, Jô estudou em colégio interno. Segundo o artista, ele chorava muito por conta do medo de tirar nota baixa e não conseguir ir para casa nos finais de semana. Na escola, seu apelido era poeta. Apesar do tipo físico, ele não aderiu ao movimento woke contra a chamada gordofobia, e fazia piadas consigo mesmo: “Sendo gordo e ter o apelido de poeta – acho que já era uma vitória”, declarou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em Alta