Se conecte com a gente

Aconteceu

Ditador Kim Jong-un já executou um arquiteto por não ter gostado do projeto

Kim não gostou do projeto do aeroporto, e o arquiteto acabou sendo executado.

Publicado

no

Fotos lindas do ditador Kim Jong-un juntamente com sua esposa passeando por um aeroporto recém-inaugurado em Pyongyang, foram divulgadas pela agência oficial da Coreia do Norte em 2015. Qualquer inocente que veja as imagens, pode imaginar que se trata apenas do líder comunista celebrando mais um novo “empreendimento estatal”.

Ditador norte coreano Kim Jong-un andando pelo aeroporto de Pyongyang.

O que não foi divulgado, porém, é o fato de que o principal arquiteto acabou sendo executado pelo ditador comunista em novembro do ano anterior, ou seja, em 2014, pouco depois de Kim Jong-un ter declarado que não gostou de alguns detalhes do projeto.

De acordo com informações do portal Terra, o aeroporto havia sido inagurado numa quinta-feira após inúmeras polêmicas, dentre as quais a paralização da construção por muito tempo, depois que o ditador norte-coreano ordenou mudanças no projeto. Foi pouco tempo depois disso, que o arquiteto Ma Won Chun, do Departamento de Design da Comissão de Defesa Nacional foi executado junto de outros oficiais, numa demonstração de poder de Kim Jong-un.

Ditador Kim ficou insatisfeito com projetos anteriores, onde o terminal existente era muito pequeno e pobre em comparação com os rivais estrangeiros.

A alegação do governo, é de que o arquiteto teria cometido “práticas de corrupção e incapacidade de seguir ordens”.

Kim Jong-un constatou que o terminal era muito pequeno e pobre em comparação com rivais estrangeiros.

O edifício moderno, com fachada de vidro, é declaradamente seis vezes maior do que o antigo terminal. No entanto, o local recebe poucos passageiros estrangeiros, já que o país continua sendo um dos menos visitados do mundo.

Kim Jong-un executou arquiteto por não gostar de design de aeroporto.

A morte do arquiteto coincidiu com um relatório divulgado na imprensa, que explicava que as renovações do aeroporto, estavam sendo suspensas por conta da “insatisfação de Kim”.

“Os defeitos foram manifestadas na última fase de construção do Terminal 2 porque os designers não conseguiram ter em mente a ideia do partido de beleza arquitetônica – que é a vida e alma para preservar o caráter Juche e identidade nacional”, teria falado o líder.

Nem a agência oficial da Coreia do Norte, nem nenhum órgão de imprensa conseguiu identificar onde o país (devastado pela fome regulares e escassez de combustível) adquiriram os fundos necessários para a construção do aeroporto.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta