Se conecte com a gente

Aconteceu

Record supreende, passa Globo e SBT e garante direitos de transmissão do Carioca

O Campeonato Carioca de 2021 e 2022 agora será transmitido por quem todos achavam que não tinha o menor interesse nele.

Publicado

no

Foto: Reprodução/Google

A Record é a nova detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca. Nesta quinta-feira (11), uma proposta que a emissora fez para exibir os jogos da competição estadual em 2021 e 2022 na TV aberta foi aprovada pelo Conselho Arbitral da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro). O SBT e a Globo, que também estavam relacionadas, foram “furados” pela rival.

O sinal verde para a assinatura do contrato foi dado em uma reunião realizada nesta tarde na Ferj com os representantes dos 16 clubes que disputam a Série A do Campeonato Carioca, que optaram por aceitar o acordo.

“Doze clubes já assinaram o contrato. Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo receberão os documentos para oficialização através da assinatura de seus presidentes”, anunciou a Federação, em nota.

De acordo com o colunista Rodrigo Mattos, do UOL , a Record fez uma proposta de R $ 11 milhões pelos direitos de transmissão do Carioca apenas para a TV aberta, 10% do que o Grupo Globo pagava antes de recurso por rescindir o contrato no último ano.

Veja o post em que a Ferj confirma o acordo com a Record:

Globo fora do Carioca

A Globo estava na briga para comprar os direitos, mas foi prejudicada por uma ação judicial ajuizada pela Ferj, que cobra uma dívida de mais de R$ 17 milhões.

Além disso, uma relação está desgastada com a Federação em virtude do rompimento do contrato de transmissão do torneio, que iria até 2024, por parte da líder de audiência, que tomou uma decisão em julho de 2020 depois do Flamengo transmitir na FlaTV, seu canal no YouTube, a partida contra o Boavista pela competição estadual.

A entidade considera que a emissora agiu com má-fé no rompimento do contrato de transmissão, anunciado em 2 de julho. No processo, a entidade acusa a Globo de ter cometido “inadimplemento voluntário por tentativa de coação” e mostra como trocas de mensagens entre os departamentos financeiros.

Os cartolas consideram “instrumento de coação” o recibo pedido pela líder de audiência de reconhecendo a rescisão do contrato. As brigas judiciais ocorreram porque o Flamengo não tinha acordo com a liderança de audiência e exibição de alguns jogos como mandante na plataforma própria, apoiando-se na Medida Provisória assinada por Jair Bolsonaro que mexeu nas regras de direitos do futebol . Essa MP caducou e não está mais em vigor.

A emissora entendeu que o contrato de transmissão havia sido violado e cumpriu a promessa de quebrar o acordo. Segundo uma líder de audiência, um Ferj Deveri ter assegurado a exclusividade sobre os jogos do campeonato.

Já o SBT, que estava perto de uma proposta acatada pela Federação do Rio de Janeiro, acabou furado pela Record, que agora volta ao mercado de transmissões esportivas. O início do Carioca de 2021 está marcado para 6 de março.

Publicidade
Click para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Em Alta